RevisadoSem signo

“Você notou como ela mudou?”

“Ah, não, não foi por essa pessoa que me apaixonei, não.”  “Tá muito diferente.” “Tão rebelde.” “Louca.” (…)

São esses e outros comentários que ela escuta por onde passa. Mas não se importa. Porque é exatamente isso.

Ela mudou mesmo. E sente muito orgulho em cada mudança. As pessoas hoje julgam, sem saber que cada mudança que aconteceu foi em cima de muita dor, de muita decepção. Todas as feridas a fizeram mais forte. Ela não se importa.

Vocês repararam no olhar dela? Ela não tem mais medo de nada. Não quer mais agradar a todos. Não quer mais ser o outro, quer ser apenas ela. Ela não é uma extensão de ninguém. É única. Descobriu que é bom viver só, que não precisa de amores falsos e menos ainda de amigos por conveniência.

Decidiu que ficar sozinha não é solidão, é liberdade. E vocês notaram, guruzinhas e guruzinhos? Ela está voando. Está mesmo incrível. É hoje a melhor versão de si. Sua mãe sempre lhe diz: “Você não tem que se diminuir para caber no mundo do outro.” E hoje ela entende isso perfeitamente. Não quer viver de aparências. Não vai mudar a sua essência, porque o outro se ofende com o seu jeito de viver a vida.

Sem exageros, ela está demais. Entendeu que não precisa dos outros. Ela é boa sozinha.

Não se importa com o barulho que as pessoas fazem ao falar dela. Sua preocupação está em evoluir. Ser cada dia melhor, para si mesma. As pessoas a rotulam, falam muito.

E a chamam de muita coisa por aí, e isso porque jamais poderão chamá-la de “minha” ou ao menos se parecerem com ela. E o que ela deseja para essas pessoas?

Que vivam as suas vidas intensamente. Porque a dela ela está vivendo. Voem e a deixem voar. Deixem-na, porque agora ela está sendo tudo aquilo que ela sempre sonhou ser e não achou que fosse conseguir. Ela está pronta para partir, deixar isso tudo para trás, para iniciar uma nova fase onde só vai ter um sorriso no seu rosto.

Não tem por que você se preocupar, porque ela sabe o que está fazendo e, quando não souber, vai saber se encontrar, se achar dentro de si, apostar em caminhos novos, completamente cheios de luz onde ela possa ter um novo lar. Você vai sentir o brilho dela de onde estiver, porque ele vai irradiar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar