RevisadoSigno de Leão

Você não deve se apaixonar por Leão… Deve amar esse nativo

Esquece esse papo de paixão. Aliás, não esquece tanto, não. Guarda no bolso para você poder usar depois, tá? Depois o Guru Astral lhe explica, porque você vai entender o que eu quero dizer. Bem, quando estamos falando de Leão, não basta você se apaixonar por esse nativo, mas você deve também amá-lo. É uma regra? Hum, digamos que sim, mas uma regra gostosa e que você não vai ter muito pelo que se arrepender. Estar com Leão em um relacionamento é revigorante.

Se for para entrar em uma relação com esses nativos, tem que ser com o corpo todo, pois eles também vão entrar. Eles também vão querer te impressionar e curtem pra caramba esse papo de se apaixonar, mas de uma certa maneira estão buscando pelo amor e pelo amar. Esse sentimento que para Leão é um mistério e que já achou muitas vezes que conseguiu sentir, mas depois compreendeu de novo que apenas se tratava da paixão. O amor acontece, guruzinhas e guruzinhos, mas é por passos. Tem vezes que estamos praticando, mas não nos atentamos a isso, pois nos acostumamos com o fogo que se acende na paixão. Aquela coisa teatral de não conseguir viver sem e tal, mas que no fundo não tem nenhuma pitada da persistência do amor.

Pois é, Leão. Eu sei que você espera que um dia finalmente consiga chegar no amor, mas enquanto isso não acontece, aproveite. Aliás, nem preciso lhe dizer isso, pois já sei que você está fazendo. E, bem, também quando o amor bater na sua porta, lembre-se de não o menosprezar. Você pode acabar por achar que não é, mas o amor também aquece e se mantém. É quando a gente faz alguma coisa pensando em alguém. É quando a gente se preocupa em não machucar o outros com os nossos erros. O amor nos faz melhores e nos faz nos transformarmos pelo nosso bem e pelo bem do outro. Não esquece, porque você também tem sua parcela de responsabilidade e pode ter deixado o verdadeiro amor escapar das suas mãos, Leão.

Não ache que no amor as coisas vão ser iguais à paixão. No amor não somos movidos se o outro é bonito ou não, mas pelo que ele é e faz que é bonito, pela capacidade dele de nos transformar e de ser aquilo que sempre buscamos, mas nunca encontramos em nenhum lugar. Isso é amor. É ser devoto para o outro, acreditar, Leão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar