RevisadoSem signo

Você me foi tudo

Perdi o trem, a festa, o pagode. Quero até ver se esta doce poesia poderá compensar isso tudo. Que eu deixei por você, dona Cristina. Eu, sério, deixei de ir lá por você. Sério, deixei, e a única culpada por ter deixado isso foi sua melodia fina, suave de quando você toca.

Você é o som de sete mil festas orientais, e a única pessoa que olha você de verdade sou eu. Sério, é isso que eu acho, e eu só queria agora seus infinitos olhos a meu dispor.

Mulheres passam, mas seu genérico nome me fala de tudo existente no céu. Eu só queria estar lá e me render àquele temperamento cruel quente na carne chamado amor junto contigo.

Às vezes é preciso entender que o amor tem dessas coisas. Às vezes você precisa reconhecer que não dá para viver o inferno sem conhecer o diabo, e parece que você dentro da minha vida ou fora dela sempre vai ser a mesma coisa. Não estou aqui para te culpar, para poder jogar em cima de você uma coisa que nem eu fui capaz de fazer. Mas eu não posso mais me conter. Não posso mais te esconder. Agora a questão é jogar limpo contigo, lhe mostrar que não posso mais estar sem você, não porque eu não consiga mais sobreviver, mas porque acredito que nós dois somos tudo e juntos vamos deixar de sofrer.

Você me foi tudo, e tudo é você. Não queria te assustar com tamanha confissão. Não queria estar ocupando esse lugar. Muitas vezes desejei que isso viesse de você. Que um dia subitamente você pudesse perceber que está apaixonada por mim e que não pôde antes ver. Só que eu sei que isso não vai acontecer se eu não correr, não provar o meu valor. Eu tenho muito ainda o que fazer. Você pode ainda negar esse sentimento, mas eu decidi. Me preparei para poder lhe mostrar a nossa força juntos. É isso o que o amor de verdade faz. É isso o que nos dá satisfação. Cada vitória ganha é muito para um coração que quis uma vida toda deixar de se arrepender.

Eu não vou seguir a mesma coisa contigo. Tô pegando o primeiro táxi. Tô indo te encontrar, pagando o preço para lhe falar que quero muito, que tem coisa demais dentro de mim. Estou chegando, amor. Tô enlouquecendo e mantendo o controle, porque… não dá mais pra voltar atrás agora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar