RevisadoSigno de Virgem

Virgem, tinha tudo para dar certo

Eles tinham tudo para dar certo. Se conheceram através de uma rede social, sem pretensão nenhuma que fossem tão longe. Mas logo começaram a conversar, e era tudo leve, divertido. A cada encontro essa sintonia só aumentava, não tinha hora de acabar. Tanto assunto… Era bom.

Passavam horas conversando, sorrindo. Ela uma geminiana, daquelas pessoas extremamente agradáveis de se conviver, que gosta de sair, se divertir, não tem tristeza perto dela, e mesmo quando não está bem se esforça para não demonstrar. Todos que a conhecem a admiram. Indecisa, sim, porém, tem um coração enorme.

Ele? Ah, ele é de Virgem. Amoroso, cuidadoso, mas bem orgulhoso, racional, organizado, muito responsável. Dificilmente dá o braço a torcer. Na verdade, quando se trata de orgulho é difícil saber quem tem mais.

Um duelo de gigantes. Geminiana e virginiano, dois signos regidos pelo planeta Mercúrio. A compatibilidade deles sempre foi incrível. Não faltava assunto. Mas de repente esfriou. Tudo mudou. Ela só queria saber o que estava acontecendo entre eles. E ele só queria se afastar. Ela exigia uma explicação, e ele não era capaz de explicar. Ele se mudou de cidade, já não se viam com frequência.

A distância piorou. Deu lugar aos desentendimentos. Deixaram o orgulho dominar. Em pouco tempo, viram tudo desmoronar. E nessa guerra que criaram, quem daria o braço a torcer? Quem levantaria a bandeira branca?

Quem pediria por paz? Quem pediria para ficarem bem? Já não podia apertar um botão e reiniciar a história. Não entendiam o motivo para tudo estar assim.

Ela é geminiana, e apesar de não gostar de brigas, sempre gostou de deixar tudo esclarecido, pois era necessário. Ela queria falar, argumentar, entender o motivo pelo qual eles estavam se afastando de maneira tão rude.

Ele é virginiano. Tão exigente. Exige tanto de si e dos outros, e preferiu se calar e deixar o orgulho dominar a relação. Nunca faltou vontade de estarem juntos, faltou coragem.

Agora vivem, ele de lá, esperando receber uma mensagem dela de madrugada, para confirmar para si mesmo que ela ainda pensa nele, e ela de cá, vivendo dia após dia, tentando sufocar esse resto de amor que vive nela. Se controlando desesperadamente para não enviar essa mensagem que ela sabe que ele espera, e que ela também espera. Mais uma vez o orgulho é maior do que o amor. Amor que não falta, que trasborda. Mas só por hoje, sabem que é melhor assim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar