RevisadoSem signo

Você não conhece o seu ego

Talvez com o início deste texto você vire para mim e fale que não tem ego. Já cansei de encontrar diversas guruzinhas e guruzinhos que afirmaram categoricamente que não tinham ego e que isso não fazia o menor sentido na vida delas. Mas antes que a gente continue falando sobre o quanto o ego pode ser nocivo e extremamente inteligente para nos enganar, eu devo dizer que todos nós temos um ego. O ego é como se fosse um dos principais formadores da nossa identidade. É o ego que faz com que a gente se mova e impulsione o nosso querer e a nossa vontade. A gente não precisa aniquilar o ego por achar que ele é extremamente nocivo. Ele pode, sim, se tornar muito nocivo e nos fazer muito mal, mas isso não significa que a gente não consiga neutralizar isso. E o que nós precisamos para poder conseguir esse objetivo? Basta estarmos atentos às nossas atitudes e entender que aquilo que nós achamos correto nem sempre é a forma mais acertada. Mas para isso a gente precisa abrir mão de muitas formas de agir.

Saber ouvir é uma das principais coisas que nós temos que fazer para poder neutralizar o ego. Pode ser até uma coisa que a gente não queira tanto ouvir, mas esperar e tentar entender o outro lado é um sinal de grande humildade e também de abaixar o nosso ego a um estágio normal. Quando a gente tem muito essa intenção de ter mais razão do que alguém ou então fazer valer a nossa verdade é sinal que o ego está gritando dentro de nós.

O Guru Astral não está aqui apontando de que você não tem razão sobre determinada coisa, porém fazer com que a outra pessoa venha entender a qualquer custo que você tem razão é uma ação do ego. Uma das formas mais fáceis da gente conseguir reconhecer esse tipo de comportamento é quando existe uma briga e desentendimento entre duas pessoas e uma delas não quer dar o braço a torcer ou ambas não querem fazer isso para poder fazer valer o orgulho. Orgulho também é um fruto do ego, e mesmo que alguma das pessoas esteja certa, se uma delas resolve pedir desculpas é mais uma ação de neutralização do ego.

O ego existe para nos fazer aprender que nem tudo o que nós pensamos é o certo. Ele existe para poder nos dar confiança e também para nos impulsionar às caminhadas da vida. Mas quando em excesso e sem observação pode nos fazer perder a linha sobre o que significa bom senso e coletividade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar