NarrativasReligiosoRevisadoSem signoSigno de Escorpião

Um relato sobre um inimigo de Escorpião

Eu não lembro muito sobre ele, mas assim que pedi ao Pai para que Ele me ajudasse a falar sobre, ele já se fez presente. Espero transmitir as mensagens corretamente.

Essa semana eu tive uma visão sua com você frente ao apocalipse. O engraçado que logo após isso eu fui ler um artigo que falava justamente sobre.

Ele tem a sua forma peculiar de amar e mostrar serviço. É um dos mais honrosos soldados do Universo e não há do que se reclamar sobre a conduta dele. Escorpião é leal e inclusive olha por aqueles que escolheu proteger. A confiança que o destino tem nesse soldado é tão grande que ele tem autonomia de olhar por aqueles por quem sente “simpatia”. Percebi isso quando ele se colocou na minha casa muitas vezes para impedir que os ataques saíssem daqui e também quando ele lhe intuiu sobre a necessidade de a sua sinceridade começar a estar aqui.

Muitas vezes me sinto observado por ele e ainda não entendo bem o motivo, mas sei que vai além da ação apenas de Escorpião. Há algum propósito. De alguma maneira, o silêncio dele me toca profundamente, pois ele tem uma sabedoria inigualável. Acredito que a sua forma de meditar esteja muito ligada à forma como ele se abstém das palavras e como sente tudo à sua volta.

Algumas vezes o senti e o vi em você pessoalmente. Isso exerceu um magnetismo em mim, e então entendi que fazia parte da sua integração com ele.

Ainda não tenho certeza se Escorpião se ressente com você ou se ressente com o mundo, mas eu sei da vontade desse nativo de tirar essa capa aqui de casa. De uma forma eu concordo, pois eu nunca a vi como minha, mas como um pedaço seu aqui. De outra forma, eu tenho carinho por ela, mas admito que não consigo tocar nela por muito tempo. Tomei a liberdade de energizá-la com a energia d’Ele e do que acredito.

De qualquer modo, Escorpião, eu lhe agradeço por me socorrer quando pôde e por ser presente. Você tem suas debilidades, mas eu aprecio você, te admiro e tenho respeito pela sua missão.

Pode parecer estranho, já que brigamos tantas e vezes, mas eu preciso afirmar a você que muito do que eu errei percebi por conta da sua atitude. Logo depois eu entendi que talvez você só quisesse me trazer um ensinamento e eu não tinha me preparado pra isso.

Paz sempre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar