RevisadoSem signo

Tudo o que dizem sobre você

Muita gente vai falar sobre você e nem vai saber direito do que está falando. Não dá para dizer que as pessoas são culpadas de ter esse tipo de comportamento, porque nós mesmos temos. Não dá para agir com hipocrisia e tentar esconder aquilo que a gente também faz com uma certa frequência. É chato, sim, não vou dizer que não é. Mas a partir do momento em que a gente realmente se importa demais com o que as pessoas estão dizendo sobre a gente, é porque realmente a nossa vida está girando em torno de pessoas que não são responsáveis por vivê-la. E é um processo que precisa começar e você definitivamente sair desse looping para não se machucar mais do que já se machucou. Por conta de você defender as suas ideias e ideais, isso já é motivo suficiente para alguém que não concorde com você apontar que você errou e que nem devia ter aberto a boca para poder falar sobre aquilo. Muitas vezes a gente também sofre um impedimento de opinar sobre uma determinada situação, porque nós não vivemos aquilo na pele ou então porque onde há o merecimento do que aconteceu conosco é como se não fosse grande o suficiente perto do que outras pessoas já viveram.

E não cabe a mim, como Guru Astral, apontar e tentar tirar o papel de protagonismo de pessoas que realmente passaram por situações muito tristes e que não devem se repetir. Porém, eu tenho um parênteses que eu espero que vocês, guruzinhas e guruzinhos, possam pensar de forma imparcial e também guardar esse pensamento para que amadureça dentro de vocês. Às vezes uma pessoa que não viveu aquilo que nós vivemos pode contribuir — e muito — com o ponto de vista que às vezes não consegue vir de nós.

Talvez a gente esteja se deixando levar muito pela emoção e se esqueça de outras pessoas que venham trazer peças e detalhes fundamentais para que a gente possa desenvolver outros pontos de vista e passar a enxergar fora da caixa. Isso não poderia acontecer se a gente começasse a excluir pessoas que são diferentes de nós e pessoas que nós julgamos não poder opinar sobre aquilo que passamos. A mesma opinião triste é a opinião bizarra, segundo o seu ponto de vista, e merece ser ouvida para que seja entendida.

Pois o que falam de você e para você merecer toda a atenção, assim como você gostaria que as pessoas pudessem receber aquilo que você também emite. Às vezes a gente precisa parar de querer ter a razão em todo momento e buscar escutar onde nós podemos melhorar, porque isso, sim, é o que vale a nossa atenção. É ótimo saber que nós estamos acertando, mas também é perfeito quando alguém de forma acurada consegue apontar o erro que nós estamos cometendo com uma certa frequência que pode vir até a prejudicar a nós mesmos ou a convivência pelo coletivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar