RevisadoSem signo

Não espere demais. FAÇA!

Parece que as coisas estão cada vez mais se afunilando. Tudo está apertando demais. Tudo está lhe mostrando que você deve sair, buscar, fazer alguma coisa para sair do inferno. Se você ainda acha que é coincidência, se você acha mesmo que as coisas apenas vêm e vão e você pode continuar lidando com isso de uma maneira que não precise se mover da sua zona de conforto, preciso dizer que você está errando mais uma vez.

As grandes coisas não acontecem dentro da sua zona de conforto; uma vez ouvi alguém dizer isso, e o Guru Astral tem de concordar. A gente sempre vai estar dentro dela uma hora ou outra, mas a gente não pode viver para sempre nessa bolha. A gente não pode ficar contando que realmente as coisas boas vão acordar para nós e virão até aqui. Não é assim que as coisas funcionam.

Se algo está te incomodando e se você sente aquele bichinho te mordendo e mostrando que realmente há algo de errado, talvez deve ser porque tem, sim. Deve ser porque chegou a hora de você se mover e parar de contar com a sorte. Caia fora e mostre a sua força para si. Mostre a si que você é capaz de fazer o jogo virar, mas apenas faça.

Faça alguma coisa para transformar isso tudo e você não ter que se aborrecer mais com pequenas coisas, pessoas que cobram você achando que conhecem muito bem sua realidade. Não é assim, e você não vai provar nada a elas falando, mas sim atuando, se mostrando de frente, sem dizer apenas uma palavra que seja.

Seja você, mas nunca mais deixe alguém apontar o dedo para você e dizer que o que você faz é certo ou errado por conta do ego de outrem. Você não nasceu para ser saco de pancada de ninguém. Você não nasceu para ter de aguentar as insatisfações alheias como se você fosse o grande causador das piores coisas da Terra.

Então, já que ninguém mais escuta você e ninguém está nem aí para o modo como você se sente, tudo bem. Agora você vai fazer diferente e seguir adiante. E as pessoas não vão mais reconhecer, vão continuar falando demais, sim, pois é o que elas sabem fazer, mas você não precisa mais se preocupar com os ruídos. Você não precisa mais se preocupar com esse som de pessoas que escolheram ser pequenas, mas acha que são grandes e sabem tão mais do que você dessa experiência, sendo que estamos no mesmo barco.

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar