RevisadoSigno de Touro

Touro e essa possessividade!

Antes mesmo de começar a falar, já estava Touro me perguntando onde eu ia estar, com quem eu ia estar, que horas eu ia chegar, o que eu ia fazer depois… Ei, Touro, espaço! Eu sei que você não conhece muito bem essa palavra, mas você precisa entender de vez em quando. É uma boa, sabia? Nem sempre todo mundo vai entender que você quer estar no controle e na vida as pessoas o tempo todo, mas pera aí, viu? Elas também não são obrigadas a lidar com isso. E nem adianta vir com papinho de “Me aceite do jeito que eu sou. Eu não vou mudar.” Isso é lema de Áries, que chegou aqui antes de você. Mudar não é sinônimo de fracassar ou se submeter aos caprichos dos outros. Não. Mudar é sinônimo de evolução, e até você, que se acha uma pessoa perfeita, tem que aprender que isso é necessário.

Possessividade corrói. Na verdade, ela sufoca e não deixa as pessoas serem exatamente do jeito que a gente gosta, porque essa mania de querer estar sempre ali não é o mesmo que mostrar que se importa. Saiba diferenciar isso. Touro, tem que deixar seguir de vez em quando. Não dá para colocar um adesivo de “propriedade particular” nas pessoas. Elas são livres, e você também é. Direitos iguais, não é mesmo? Ah, nem venha falar também que isso é ser fiel e que você só faz isso porque a fidelidade é o mais importante. Você não prende nem controla ninguém para ter fidelidade, você conquista a fidelidade dela.

Isso vale para os seus apetrechos materiais também, Touro. Lógico que eles não vão estar nem aí se você age com possessividade com eles ou não, afinal, são seres inanimados, porém, se apegar muito a eles te torna alguém materialista, e ser assim não acrescenta em nada ao seu coração. Bens materiais te dão apenas satisfações momentâneas, mas a realidade é que, quando você vai morrer, não vai levar nada disso contigo. Então, por que não experimentar e já ir desapegando logo, vivendo um pouco mais da vida com leveza enquanto há tempo, hein?

Possessividade é quase um sinônimo de não querer perder, Touro. Se você pesquisar dentro de você, talvez ache que a causa é justamente essa e que você pode lidar bem com isso sem precisar “sofrer” por conta do desapego. Pois é, Touro, acredite: é possível. 

Botão Voltar ao topo
Fechar