NarrativasRevisadoSem signo

The Walking Dead

Casal está dormindo. O homem começa a se espreguiçar levemente, acordando de forma suave sua namorada.

RONALDO

Dormiu bem?

FERNANDA

(Solta o ar pesadamente)

Não. Eu tive pesadelo. Horrível.

RONALDO

Com o quê?

FERNANDA

Ah, não queria falar disso, não, amor.

RONALDO

Me diz. Eu tô curioso. Foi sobre a gente? Foi sobre mim?

FERNANDA

Eu sonhei que a gente tava sendo atacado por um monte de zumbi.

RONALDO

(Ri)

Zumbi, Fernanda? Que coisa de criança.

FERNANDA

Coisa de criança! Quero ver se aparecesse um na sua frente, o que você ia fazer. Ridículo.

RONALDO

Isso não vai acontecer. Olha, vamos tomar café. Eu tô atrasado pro trabalho.

(Ronaldo levanta da cama)

(Fernanda continua pensativa até o fim da manhã)

Fernanda e Ronaldo estão preparando o café. Ela olha o reflexo dele no vidro e o vê transformado de zumbi.

FERNANDA

Ai, meu Deus…!

RONALDO

Que foi, amor? Tá passando mal?

FERNANDA

Você tava igualzinho a um zumbi, Ronaldo.

RONALDO

Ê! Para de palhaçada, Fernanda. Bora. Preciso trabalhar.

Fernanda resolve não argumentar.

No carro, Fernanda vai se aproximando de uma área mais afastada e diminui a velocidade do veículo.

RONALDO

Que foi? Pneu furou?

FERNANDA

Foi aqui, Ronaldo.

RONALDO

Aqui o quê?

FERNANDA

Meu sonho. Foi exatamente assim. Nesse mesmo lugar.

RONALDO

Você só tá impressionada.

FERNANDA

Não.

(Sai do carro)

Eu sei que eles estão aqui.

RONALDO

Fernanda, para de bobeira e volta para o carro que eu tô atrasado.

FERNANDA

Pode sair de trás das árvores! Eu tô vendo vocês!

RONALDO

Ai, meu Deus.

(Sai do carro)

FERNANDA

Eu não tenho medo!! Vem! VEM!

(Passos)

RONALDO

(Se aproxima de Fernanda)

FERNANDA

Com Jesus vocês não têm vez aqui, não! Vem, Ronaldo. Canta comigo!

(Cantando)

Eu escolho Deeeeus…

RONALDO

Fernanda…

(Se interrompe. Segura o braço para trás do corpo)

Ai!

FERNANDA

Ai, meu Deus, amor! Eles pegaram seu braço! Tá sangrando! A gente vai ter que estancar esse sangue para não atrair eles!

RONALDO

Isso se chama cãibra, Fernanda.  Não tem nada. Vamos embora. Eu tô atrasado.

FERNANDA

Carol! Rick! Eu trouxe a faca.

(Tira uma faca)

RONALDO

Ai, meu Deus. Que isso, Fernanda?! Chega. Acabou. Tá vendo muito The Walking Dead.

FERNANDA

A Carol precisa de mim, Ronaldo.

RONALDO

Você tá precisando de um analista. Isso, sim.

ZUMBI

(Coloca mão no ombro de Ronaldo)

(Foco no Zumbi)

RONALDO

(Nem liga)

Espera aí, querido. Só um instantinho.

FIM.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar