NarrativasRevisadoSem signo

Noé

1 – Jardim

Deus procura Noé, mas acaba encontrando um auxiliar.

DEUS

Opa! E aí?

AUXILIAR

Fala, rapaz.

DEUS

Então, rapaz. Eu tô procurando o Noé já tem uns três dias, mas ele não respondeu minhas mensagens. Cê sabe me dizer como que eu falo com ele?

AUXILIAR

Ih, Noé tá com uns problemas aí. Vai ser meio difícil. Como o Senhor…

DEUS

(Interrompe)

Amém.

AUXILIAR

(Estranheza)

… Pode ver, a gente tá em construção, resolvendo as situações de obra. O que cê tá procurando? É marcenaria pra dá um reboco em casa? Eu posso indicar alguém…

DEUS

O que acontece é que eu procurei o Noé um tempo atrás e falei para ele de um grande dilúvio, sabe? Pra ele construir uma arca, pra salvar só os justos. Até porque não vai dar para colocar todo mundo na mesma arca, então vamos focar só nos justos, né?

AUXILIAR

Ah, entendi. Então foi Você que encomendou. Olha, eu fiquei sabendo desse projeto.

DEUS

Ah, é mesmo? Poxa, nossa, que ótimo. Então, como é que tá o andamento de tudo aí?

AUXILIAR

Então, nós estamos com um pequeno atraso. Algumas coisas foram fugindo da alçada do Noé, e ele tá tentando resolver.

DEUS

Mas eu dei um prazo. Quarenta dias e quarenta noites. E só falta uma semana para terminar.

AUXILIAR

Deixa eu falar. Noé teve alguns problemas com autorização aí. A prefeitura, por exemplo, não liberou. Aliás, liberou em “partes”, dando uma pequena “ajuda” na verba da reeleição do prefeito; tava tudo Ok. Então, Noé deu um pulo nos bancos, na semana retrasada para tentar pegar um empréstimo, mas também não conseguiu. Muita burocracia, nenhuma entrada. Deu m…

DEUS

Então ele desistiu?

AUXILIAR

Não! Noé é o cara, rapaz! Só tô te deixando na ciência de todo o problema! Ele conseguiu aí uma parceria com o Miltinho lá do Culto, e aí ele liberou as madeiras e as ferramentas pro pessoal trabalhar. Só que chegou um representante do corpo de bombeiros, aí o cara fez vistoria e disse que não tinha saída suficiente na arca em caso de incêndio. Aí não teve jeito. Noé teve que liberar uma propina e andou.

DEUS

Teve mais algum problema?

AUXILIAR

Eu tô só começando, meu parceiro.

(Puxa lista de problemas)

A FEEMA ficou de autorizar a extração de madeira, mas não autorizou. A madeira que tinha disponível era madeira de Lei. Faltava também o projeto de reflorestamento para poder cortar a árvore, e por causa disso, o IBAMA não autorizou. Ah! Ele descobriram uns casais de animais escondidos. Tinha também um casal de cacatua-roxa, feio que dói! (Bate no ombro de Deus e ri.) E o fiscal disse que Noé ia ser preso, que isso era crime inafiançável e tal…

DEUS

Noé está preso?!

AUXILIAR

Não, calma. Ele deu um jeito. Ele matou o cara. A pena de homicídio doloso era mais branda, dava para contornar.

DEUS

Tá, e aí resolveu tudo?

AUXILIAR

Até aí, tudo resolvido, só que veio o CREA, cobrando engenheiro naval para assinar a obra da arca, e não tinha. Foi a terceira multa. Veio o sindicato, cobrando as guias da contribuição sindical do depósito da contribuição sindical. Veio o fiscal do MTE cobrando as carteiras de trabalho. Ah, o fiscal da Receita Federal também já chegou multando por causa dos sinais exteriores de riqueza e dos bens do Noé que não foram declarados na Receita.

DEUS

Tudo bem. Entendi, só me diz uma coisa. Tem algum outro documento que esteja precisando para deslanchar de vez essa obra?

AUXILIAR

Olha, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente pediu o relatório de impacto do meio ambiente. Isso tá ferrando o Noé na construção da arca, se você puder ajudar…

DEUS

Eu posso ver o que eu posso arrumar, mas cadê o Noé? Isso que eu quero saber. Eu tenho que falar com ele urgente pra acelerar isso.

AUXILIAR

Ele tá internado.

DEUS

Como assim? Ele tá doente?

AUXILIAR

Clínica psiquiátrica. Ele foi aí pegar uns alimentos pros bichos, pra galera ter o que comer, o que beber e relaxar do dilúvio, só que o pessoal achou estranho, né? Ele começou a falar um papo de Deus, que Deus falou com ele. Disse que Deus existe e falou para ele construir a arca. E agora com o Senhor aqui, eu fico até mais tranquilo, porque a gente não tá trabalhando à toa. Tem cliente mesmo, que é o Senhor e solicitou a obra. Tô vendo que o cliente existe, não é essa fantasia de Deus. E o Noé tá cansado, tadinho. Tenho até pena. Muita obra, outro dia mesmo eu vi ele espirrando por causa de pó.

DEUS

Cocaína?

AUXILIAR

Não. Pó de madeira mesmo. Serragem.

DEUS

Tá… Então tá. Eu vou ver o que eu posso fazer lá, e aí eu dou um retorno. Eu vou indo lá.

AUXILIAR

Tá, querido. Pode deixar que a gente vai terminar, sim. Com um pouquinho de atraso, mas vai, sim. Até!

DEUS

Até logo.

AUXILIAR

(Sorri)

Ai. Que gente fina. (Para por um instante.) Será que esse aí é… Ah, não. Deus fez aquele filme. Ele é igualzinho ao Morgan Freeman.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar