NarrativasRevisadoSem signo

Fada do dente

1 – Quarto

Clara está dormindo em sua cama. A Fada do Dente entra na ponta dos pés. Coloca sutilmente a mão debaixo do travesseiro e tira o dente, abre sua bolsa, coloca o dente dentro e pega uma nota de dinheiro, colocando debaixo do travesseiro.

CLARA

Fada do Dente?

FADA

Ai, caramba.

A fada se vira.

FADA

Oi, querida. (sorri com falsidade). Você deveria estar dormindo. Volta a dormir, volta. Você não viu nada. Sou fruto da sua imaginação. Você está sonhando. Vai, vai, dorme.

CLARA

Eu sei que você existe. Você não é fruto da minha imaginação. É de carne e osso.

Aproxima-se e aperta o braço da fada.

FADA

Na verdade, carne, purpurina e glamour. Tem muito brilho envolvido aqui. Pode ir tirando a mão que já senti a malícia.

Clara tira o dinheiro que está debaixo do travesseiro.

CLARA

Só isso?

FADA

Como assim “Só isso”? Queria quanto? Mais? Se eu desse mais que isso pra cada pessoa que perde um dente, eu estaria na merda.

CLARA

Com esse dinheiro eu não compro nem papel pra limpar a bunda.

FADA

Dá para pagar o estacionamento na praia.

CLARA

Só se for o estacionamento do Planeta Dente. Vem cá, nos filmes, quando a Fada do Dente vem e pega o dente de alguém, ela sempre deixa um dólar.

FADA

E olha a minha generosidade, deixei até um bom dinheiro.

CLARA

O dólar tá caro, sabia?

FADA

Eu não sou fada americana.

CLARA

Eu sei.

FADA

Isso! Boa menina. E como você é inteligente, entendida de economia, sabe que tá difícil. Não tem jeito, só tenho como lhe dar isso mesmo.

CLARA

Eu quero mais.

FADA

Não posso lhe dar mais, amor. Aceita que dói menos.

CLARA

Então eu vou ter que chamar a polícia. Vai ser mais difícil explicar o que você tá fazendo a uma hora dessa dentro da minha casa do que me dar a grana.

FADA

Filha da… (sussurra) Tá bom, vamos negociar. Que tal eu lhe dar…

CLARA

Não.

FADA

Já sei! Essa você vai gostar. Uma estadia de dois dias em um bom hotel.

CLARA

Fada, na boa, eu só quero minha grana.

FADA

Vou fazer minha última proposta e, se você não aceitar, eu vejo como consigo esse dinheiro. Fechado?

CLARA

Hum, fala.

FADA

O que você acha de uma viagem pro exterior com direito a acompanhante?

CLARA

Opa, isso aí parece bom. Trato feito!

Apertam as mãos.

FADA

Ótimo! Só tem uma coisinha. No caso, o acompanhante você não escolhe, tá?

CLARA

O quê?

FADA

Isso mesmo que você ouviu, lindinha. Mas, olha, aproveita a viagem.

CLARA

Tô fora! Não quero mais.

FADA

Você já aceitou, fechou o negócio comigo. Não pode voltar atrás agora. Quem mandou não aceitar meu dinheiro? E dá esse dinheiro aqui.

Fada puxa o dinheiro da mão de Clara e coloca no decote.

CLARA

Fada? Volta! Não dá pra trocar por uma viagem com quem eu quiser? Fada?

  1. Quarto

Mala vazia, aberta sobre a cama. Roupas começam a ser jogadas dentro da mala. Uma boina, alho, um crucifixo, água benta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar