RevisadoSigno de Sagitário

Sagitário, e o ego?

Ego, Sagitário. Ah, o ego.  Vamos tocar na ferida hoje, mas eu vou começar pegando leve. Vou falar de mim primeiro.

Eu sempre fui uma pessoa ambiciosa. Sempre quis o poder. Desde que eu nasci, eu sempre soube que tinha poder, mas eu queria o físico, pois o espiritual já estava comigo, e só queria, claro, que as pessoas reconhecessem isso. Eu sempre vivi muito mais no silêncio do que fazendo escândalo. Eu era a pessoa que fazia as outras rirem, mas que ao mesmo tempo não era levada a sério justamente por isso. Isso me ofendia? Teve uma época que sim, depois passou. Eu passei pela fase mais intensa do meu deserto na minha adolescência. Assim que entrei pra faculdade, eu virei outra pessoa, enfim… alguém bem mais atuante. Tão atuante que consegui tocar meus sonhos na época sem medo algum.

Não existia “não” pra mim. Nessas idas e vindas, eu acabei trabalhando com gente milionária, me tornei uma espécie de guru para essa mesma galera, e isso me fez querer o poder ainda mais. Não só por conviver com esse pessoal, mas por ter me envolvido emocionalmente e não me receberem tão bem quanto eu gostaria, de ter sido apenas uma “peça”. Eu saí disso reconhecendo a minha força e do que eu era capaz. Um dia eu espero lhe contar tudo com mais calma, mas eu já fiz coisas demais para alguém da minha idade. As tristezas, os traumas só me ajudaram a solidificar uma figura egocêntrica e excêntrica que eu criei para poder não mais me machucar.

Quando você chegou, Sagitário, eu realmente não vi seu lado. Depois, com o passar do tempo, eu vi. Eu não tenho nada contra, mas admito que o ego é realmente insuportável. Eu tenho Áries em 3 casas V, ou seja, casas de Leão, e sei EXATAMENTE o que é luta pelo ego, mas tem vezes que eu até relevo. O que eu vejo em você é uma sabedoria muito grande, mas muito a se lapidar. Entende, Sagitário? O problema é que você se fecha de uma hora para a outra, e quando eu vou tentar abrir, você mostra que claramente não me quer ali. Durante as últimas semanas, eu pensei muito no que fazer para te abrir. Se eu tinha algo a fazer contigo, você pelo menos teria que me dar sua permissão e confiar em mim. Eu sei que hoje você confia e te agradeço, Sagitário, porque eu não quero te machucar. Eu sei que já tentei fazer isso uma vez, mas eu não quero. Se há pessoas que quero machucar? Aliás, que o meu ego quer… Sim. Há.

Tem vezes que seu ego berra, Sagitário. Eu levo pro humor para abaixar a densidade dele, mas isso ficou claro. As pessoas com ascendente em Sagitário tendem, sim, a ser muito mal interpretadas, aliás, ascendente, sol ou lua. Minha mãe tem lua em Sagitário, e eu já a interpretei mil vezes errado. De quem é a culpa? Não sei, mas a rispidez na voz de vocês é agressiva. Ela pode, sim, soar mal. Quando você me disse que não te interpreto bem às vezes, sinta mais suas cordas vocais. Isso tudo, a intensidade, vem para quem tá na sua frente. Eu vou tentar parar de te bloquear, sério. Mas eu gostaria que você sentisse mais isso, Sagitário. É primordial para que a sua mensagem seja absorvida da forma correta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar