RevisadoSem signo

Não adianta chamar quando alguém está perdido

Eu tava aguardando muito tempo para poder trocar algumas palavras com você. É que… Primeiro eu quero parabenizar por você estar escolhendo se doar, se entregar para alguém que realmente precisa de uma ajuda para se encontrar, mas acontece que… nem sempre está na sua mão. Nem sempre você vai conseguir atingir o objetivo e fazer como você gostaria. Tem vezes que essa pessoa ainda vai precisar ficar perdida por mais um tempo para poder se encontrar. E não tem nada de errado nisso, pois é parte do processo de cada um. É o tempo de cada um. Lógico que a gente pode dar a mão, oferecer um pouco da nossa visão, mas não pode sair empurrando e tentando acelerar algo que ela precisa aprender da forma mais difícil. Você se esforçar mais do que deveria só vai tornar as coisas um pouco mais difíceis, e não tem qualquer certeza de que ela vai reconhecer os seus esforços. Você precisa saber que para tudo tem um limite… Até mesmo você.

Olha, tenta se colocar no lugar. Não é tão simples quanto parece, mas basta você tentar e vai começar a perceber que a cegueira é algo que nos toma completamente a mente, que dirá o coração e a nossa percepção. Temos que ter calma. Por acaso você sairia empurrando algum cego para atravessar o sinal se soubesse que isso causaria um grave acidente? Então é basicamente o que tá acontecendo. Tem vezes que o melhor a ser feito é se calar. O silêncio grita demais, você nem consegue perceber que isso traz um efeito que jamais você poderia esperar. Silenciar é presenciar o erro que vai acontecer, saber que não há nada a ser feito para poder evitar, mas que ele é necessário para trazer essa pessoa para outro estágio.

O Guru Astral acredita também que quando alguém força demais a barra tentando ajudar uma pessoa em vez de focar na sua vida, também é uma forma de provar que se cegou, que precisa tropeçar no próprio ego e nas próprias convicções. É a melhor forma de entender que, se os estágios são necessários, eles estão lá para serem ultrapassados, e não burlados.

Não é para deixar de lado. É simplesmente para entregar nas mãos do Universo e só ajudar quando for muito necessário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar