NarrativasRevisadoSem signo

Quando ele é romântico

As ruas se entrelaçam. Os destinos também. Eu te vi e sabia que estava certo. Nós dois ficaríamos juntos. Como eu pude ter medo? Eu não me perdoaria. Eu me sentia amado, querido, desejado e forte. De alguma forma, ela mexia em uma coisa tão íntima dentro de mim que eu nunca vou saber dizer o que é. Um gesto errado, e estragaria tudo. Eu a queria. Eu a queria tanto que meu coração se espremia toda vez que eu pensava que ela poderia estar indo ver outro garoto, enquanto eu estava aqui… sendo fraco.

Olhares cruzados. Muito a desejar. Pouco a se definir. Eu & você. Não tinha sido proposital. Tudo bem. Talvez tenha. Você olhou para mim. Me provocou. Eu ia descer. Falar com você. Te convidar para sair. Mas tinha pessoas ali. Você nunca aprendeu a escolher bem as suas companhias. Isso me desanima.  Você se deixa enganar pelas mesmas pessoas que um dia me enganaram também. Elas me usaram e sugaram. Levaram o melhor de mim. Minhas expectativas e sonhos. Até eu ficar seco. Mas eu sei que quer provar isso.

Todos querem quando chegam aqui. Pois essa cidade tem as luzes que fazem cegar. Vão roubar as suas roupas, até te deixar nua. Vai achar que será desejada, mas vão te pintar como boba da corte. Essa cidade pode ser tão receptiva quanto enganosa. Poucos sabem aproveitá-la. Eu suspirei. Não atendi ao seu chamado. Pouco me importava. Você dificultou o caminho. Nós fizemos um trato, e você se jogou para o primeiro que apareceu, como uma desesperada. Se perder não é sinônimo de se encontrar, mas você vai precisar descobrir isso de uma maneira muito dura. Quando perder tudo, a todos e a quem ama. Inclusive a mim. Inclusive a mim.

Leve o meu corpo.

Ele não vale mais do que os meus sonhos.

Leve.

Todas as vezes que eu dançava era você quem eu queria impressionar. Você pode me machucar. Existe um abismo entre nós. E eu vou caminhar para a frente. Eu vou cair. Mas a minha força vai me segurar e me levar até você. Eu sinto isso como se fosse um beijo. A queda já tinha sido adiantada. Estava tudo enegrecido. Eu já podia te ver, meu amor.

Eu já tinha você.

Isso já era suficiente para ter o mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar