AdultoNarrativasRevisadoSem signo

O vazio dele

Ela estava certa. Entretanto, um vazio apareceu conforme pronunciou aquelas palavras: “Farei o máximo para você esquecer que eu existo.”
Aquele vazio que eu conhecia, com um doce gosto de abismo, tão convidativo e seriamente mortal que me deixava uma expectativa e também um aviso:
Não se envolva demais. Não perca sua cabeça. Vá embora.
Mas já era tarde demais.
Eu sei que posso ser imbecil às vezes, arrogante, nojento e enfim… Tudo isso que você já escreveu uma vez nos seus pensamentos, mas… tenho um coração. Não sou o monstro que você acha que eu sou. Eu posso ser melhor, ok? Eu também carrego o meu lado bom, mas eu não posso simplesmente mostrar isso por aí. Porque as pessoas usam isso e… fazem o pior. Falar tudo é como se tivesse perdido o fôlego. Tento sempre falar algo mais, mas as palavras começaram a me sufocar. Eu sei que não devo usar isso para me justificar, mas ainda assim é o que posso lhe dizer para me desculpar.
E nesses pensamentos e conexões loucas, eu simplesmente mentalizo… que…
Eu gostaria de pintá-la.
Literalmente.
Pintar seu corpo, olhar. Depois tirar a tinta e fazer amor com você.
Isso veio à minha mente quando encenávamos o seu roteiro e se tornou forte em mim.
Te deslizaria a mão, a língua e sabe-se lá mais o quê.
Mesmo que em falso, quando estamos transando, esqueço onde estou e me vejo em um quarto completamente branco. Sinto que entrego o meu poder para você conforme as coisas vão e, pelo menos quando fazemos amor, perder esse poder não assusta.
Fazer amor não é obstante a cúpula entre dois órgãos, não é mesmo?
Eu precisava fazer amor com seu cérebro, com seu riso e com tudo o que envolvesse você. Eu tinha me preparado. Mesmo que eu não desse tudo o que você almejava em um homem, você poderia contar que eu faria o meu melhor para poder estar à altura dos seus padrões. Um dia eu sei que chegaria lá. Eu só esperava que não fosse te machucar tanto a ponto de você não conseguir enxergar que eu não iria mais derramar uma lágrima sua que fosse.
Eu lhe peço que me ame também. Eu lhe peço que me dê novas chances, porque não é meu objetivo te enrolar. Não é meu objetivo te enganar só para te fazer ficar. Eu quero muito melhorar, quero muito que você tenha um motivo para se orgulhar, mas eu lhe peço mais do que tudo para confiar.
Só você pode me salvar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar