RevisadoSigno de Câncer

O signo de Câncer na geração contatinho

Vim aqui levantar a bandeira de Câncer nessa geração de contatinhos. Gente, simplesmente não dá para realmente conviver com essa galera que só quer as coisas tudo para ontem. Que quando a gente toca no assunto de relacionamento já quer fugir como diabo foge da cruz. E o mais engraçado disso tudo é que a maioria sequer viveu um relacionamento para saber se foi ruim ou bom, ou então viveu tão pouco e já se acha experiente. Não dá. E onde fica o signo mais maternal desse Zodíaco que quer alguém para chamar de seu, ficar assistindo à série enrolado no cobertor? Pois é. É uma pergunta um tanto complexa.
Não posso levantar totalmente a bandeira, pensei bem aqui. Pode ser que Câncer tenha se rendido a ter um bom número de contatinhos para não passar sufoco nos seus momentos de carência. A grande questão é o seguinte: será que esse nativo curte isso? Porque ter isso de vez em quando é um luxo, mas ter alguém para poder namorar e você não ficar mais se preocupando se a outra pessoa gosta ou não de você é um luxo muito maior, digno de uma viagem a Dubai, nobres guruzinhas e guruzinhos.
A verdade mesmo é que Câncer não tem tempo, paciência e vontade de ficar fazendo isso. Não gosta dessa coisa de “pega e não se apega”. Ah, não. Não quer perder tempo com isso, não. Ou é para ser para sempre ou simplesmente nem vai entrar na brincadeira. Quer algo sério, porque Câncer é um signo sério. São pessoas dignas de compromisso e de viver para fazer a outra pessoa feliz. Essa coisa de ter contatinhos é muito feia e superficial para um signo que transborda emoção, que transborda amor e tudo mais. Essa é a grande questão.
Se você está se envolvendo com Câncer e acha que esse nativo vai ficar muito tempo nessa conversa fiada de querer algo sério, sinto em dizer, mas é melhor jogar a verdade na pessoa e falar que você não quer algo mais profundo. Câncer vai se magoar? Talvez, mas vai entender e sair de cena bem rapidinho para poder chorar em solidão, entende? “Ah, mas Guru Astral, eu conheci uma pessoa de Câncer que não queria nada com nada.” Com certeza tem, mas nesse caso Câncer não queria porque tava com uns traumas aí, né? Pois é. Típico de Câncer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar