RevisadoSem signo

O que ninguém falou para você sobre dualidade

Você já ouviu falar sobre dualidade e sobre o que isso representa na vida das pessoas? Bem, a dualidade é um conceito muito presente na vida de todas as guruzinhas e guruzinhos. Todos os momentos praticamente da nossa vida nós vivemos em sociedade, e o que isso representa para as nossas próximas ações e concepções de pensamentos e opiniões? A dualidade é responsável por influenciar muito do que nós acabamos nos tornando, porque em essência não existe qualquer dualidade. Talvez você queira saber avidamente o que afinal de contas é essa tal de dualidade. O Guru Astral vai tentar explicar de uma forma didática para que você entenda o que isso significa.

A dualidade é nada mais, nada menos do que o conceito de bom e mau. O negativo e positivo. É aquilo que nos faz brigar a todo momento sobre se deixar levar pela emoção ao se deixar levar pela razão. A briga que existe entre nós sobre inserir algum tipo de conceito ruim em vez de buscarmos seguir pelo caminho do bem. São os opostos que são as polaridades. E aí talvez você venha me perguntar por que essa dualidade é tão confusa e nos faz ficar tão fora do equilíbrio assim. Ou talvez você me diga que o equilíbrio está exatamente no conceito da dualidade que equilibra duas forças de forma que nenhuma das duas consiga se sobrepor.

A dualidade ainda é o objeto de estudo que precisa ser aprofundado. Muito do que nós fomos ensinados desde que nós nascemos a partir dos momentos atuais não teve mais qualquer serventia. Somos acostumados a deixar para lá de que quando agimos pelo nosso orgulho é uma forma positiva de ensinar ao outro que ele deve ser mais sensível quanto às nossas questões.

Acabamos cobrando o outro pelo mal de que ele subentende que ele mesmo causou algo para que você estivesse agindo de forma negativa perante à ação anterior dele. Você compreende que se você cortar esse caminho e você chegar diretamente na pessoa e explicar que não se sentiu bem quanto a uma ação dela, você vai estar agindo com muito mais sinceridade, ou seja, pelo lado positivo, do que se você fizer um grande teatro para que a outra pessoa entenda de uma forma mais dura o que você quer dizer? Pois é, nobre. Isso é dualidade. Por mais que sejamos pessoas boas e que tentam agir com positividade o tempo inteiro, isso não significa que você esteja sendo bom indo pela luz sempre. A dualidade faz parte de todos nós, e reconhecer é um grande passo para as próximas formas de entendimento que podemos alcançar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar