RevisadoSem signo

O que não lhe ensinaram sobre a faculdade

Quando a gente está naquele período do ensino médio ou até mesmo no final do ensino fundamental, a gente já começa a se preparar e cobrar em excesso para poder saber o que vamos fazer quando o assunto é escolher um curso universitário. Essa é uma das etapas mais difíceis para quase todo ser humano, pois existe uma pressão muito grande por parte da sociedade de que tenhamos certeza o mais rápido possível sobre o que vamos fazer.

E como se não bastasse isso, se por acaso escolhermos uma profissão que seja desvalorizada nos tempos de hoje, isso já é um ponto que vai contar muito contra nós sobre a visão dos outros quanto à pessoa que vamos nos tornar no futuro. Olhando assim, parece até um grande drama, mas não se trata disso. Então eu acredito que para a sua vida você necessite de algumas palavras de apoio para poder lidar com essa situação e entender o que você vai encontrar quando você finalmente escolher o curso universitário que quer fazer.

Você já deve ter assistido a diversos filmes que estavam vangloriando a vida na faculdade, mas ninguém nunca lhe falou que o pior não estava em entrar numa universidade através de provas muito difíceis, mas se manter nela como um dos mais difíceis estágios que você poderia passar. Tudo bem. É que o pessoal tem mania de esconder isso e fica difícil pra gente saber quando está de fora. Não. Eu não venho aqui te desanimar, mas se você tiver uma imagem que a faculdade vai ser mil maravilhas, eu acho melhor você começar a considerar outros cenários, meu bem.

Dá, sim, pra você fazer suas coisas bem e não entrar no estresse, mas vão fazer de tudo para que você entre. Seu professor não vai querer saber se você não teve um bom dia. Ele vai querer que você cumpra tudo o que ele falar. Ah. Mas pra começar, não se esqueça do trote. Certo que algumas faculdades já aderiram ao trote solidário, mas outras ainda são toscas e não tão nem aí para isso.

É preciso ter muita saúde mental e saber que as coisas vão acontecer no tempo deles, e não no seu. A corrida por um diploma é intensa, e você precisa tomar conhecimento disso. Prepare o psicológico, tente se munir de atividade extras que possam te relaxar e siga em frente pelo próximos quatro, cinco anos de faculdade. Você não tem obrigação de corresponder ninguém a não ser você.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar