RevisadoSem signo

O que é forte para mim

— Isso tudo… — Pausou. — Parece às vezes uma grande brincadeira.

— O que quer dizer?

— Sempre foi forte. Pra mim era o homem mais forte no mundo. E simplesmente eu te vejo… cair.

Aquelas palavras me entorpeceram. Eu fingi estar compreendendo cada uma quando eu queria estar fugindo destas. Eu sempre fui forte. Fui. Sou.

Porém, com tantas imagens vindo à mente, meus olhos continuam impressos nela. Na pessoa que eu escolhi pra uma vida que hoje era curta e insensível. Não desejei que vivesse minhas próprias dores nem que chorasse no banheiro quando pensava em que eu já dormia. Mas meu egoísmo impedia de… deixar essa pessoa ir. Juntei todas suas falas, colei em um mural particular, pois em algum momento eu sabia que me seriam úteis. Porém, me perdi desse pensamento. Ao me dar conta, já estava dentro de casa no escuro da nossa cama. Estava claro que o temor não se dissiparia rápido dos nossos dias, mas como bons artistas que éramos, poderíamos fazer de uma grande tragédia nosso melhor espetáculo. Talvez eu nunca tenha ficado tanto em união com ela. A dor me sufocava, mas era a única maneira que poderia me consolar também. Não deveria mostrar fraqueza para aquela pessoa que agora parecia não ter a menor esperança de que as coisas voltassem a se acertar.

Eu sorria, lhe demonstrava afeto, fazia planos, por mais que me recriminasse e programasse surpresas. Sim, era uma grande mentira, mas tudo isso para que pudesse chorar ao fim de uma noite em paz, com e ao mesmo tempo sem todas as culpas do mundo. Estava perdendo o amor da minha vida e a nossa história de anos para… ELA. Acordei quando achava que era apenas mais um pesadelo.

Sorriu.

— Sabe a coisa que eu mais amei em você desde a primeira vez? Sempre foi forte o suficiente pra me amar sem cair em desespero.

Estávamos em estagnação olhando um para o outro. Não sabia explicar, mas toda aquela atração que senti nos nossos primeiros contatos não fora algo meramente passageiro. Eu me recriminei. Era de fato inadmissível pensar em qualquer outro assunto que não o bem-estar de quem eu amava. Gostava quando via o amor da minha vida em pleno ardor. Recompensei da melhor forma o amor com que me presenteava. Eu desejo que toda noite possa sentir tudo o que me fez esses anos. O bem, a plenitude… Um Universo.

Mais um beijo. Podia ver estrelas e mal consegui respirar. Só meu amor ia onde nem eu conseguia enxergar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar