RevisadoSem signo

Não tenho medo da política

Pode ser que você revire os olhos sobre esse tema que eu estou escrevendo para você e ignore o que o Guru Astral vai dizer. Porém, eu acredito que se você está aqui é porque algum tipo de um chamado na espiritualidade veio para te alertar sobre alguma coisa que você pode não estar percebendo. Pode até parecer que não, mas a política também tem o seu lado altamente espiritualizado, e muitas vezes os nossos aprendizados na área da espiritualidade condizem com aquilo que nós encontramos no nosso dia a dia político. E não confunda a política com a corrupção, pois são coisas extremamente diferentes. Talvez a primeira coisa que você pense quando eu falo sobre política é sobre a corrupção justamente e como ela tomou espaço à medida que o tempo passou. E a corrupção é tão injusta e tão maléfica que o papel dela é justamente este: fazer com que você se afaste da tomada de decisões que cabe também a você e a tantas outras pessoas que se responsabilizaram para viver em um coletivo.

Você não deve temer política, mas sim a forma como as pessoas a apresentam. Praticamente muita coisa que você conhece, se não tudo, teve algum tipo de corrupção e o entendimento foi completamente desviado do início da história. Isso não é culpa sua, porque quase todos nós estamos no mesmo barco. O grande problema é quando isso se mantém e existem guruzinhas e guruzinhos no poder que continuam mantendo esse tipo de pensamento para que você não saiba a verdade.

Diversas vezes a gente acha que a política só diz respeito àqueles momentos em que você precisa votar em alguém e momentos eleitorais, ou então quando nós acabamos nos defrontando no nosso cotidiano como leis que precisamos respeitar. Só que não é assim que acontece, e muitas vezes a gente não percebe que a política está muito mais envolvida na nossa postura de agir diante de nossos desafios do que só no momento em que você vai votar em alguém. A política está no seu pensamento e na forma como você encara a sua vida. A política é a cultura que você absorve desde o primeiro dia de vida no seu país. E quando a gente vai empurrando isso cada vez mais, mais ainda a gente se perde de nós mesmos.

Não tenha medo de você entender o que significa esse novo personagem na sua mente. Faça o que tiver que fazer para sair de um estágio de completa cegueira. Tente ouvir os dois lados e formar uma opinião sobre o que você gostaria que fosse melhor para você e as pessoas que estão convivendo com você em uma sociedade. E o principal: não se deixa levar por discursos ou tudo o que você vê; vá além disso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar