RevisadoSem signo

Não tenha medo do futuro

Talvez não vá adiantar nada eu chegar para você e falar que você não deve temer o seu futuro ou então ficar se preocupando demasiadamente sobre as coisas que vão acontecer e ainda não estão no seu campo de controle. Porém, eu acredito que vale a tentativa e devemos falar sobre como o futuro costuma exercer uma certa pressão sobre as nossas expectativas dentro da nossa vida. É comum que você já tenha se habituado a alguém falar que você pode vir a ser uma pessoa com bastante contato com a tecnologia e bastante futurista. Porém, você já deve ter estranhado a certeza que as pessoas acabam colocando nessa frase e como elas julgam saber aquilo que você é de verdade e sobre aquilo em relação ao que você de fato se interessa. Não dá para ficar muito apontando o dedo para poder dizer se existem certos e errados na concepção que as pessoas geralmente fazem sobre determinado alguém, pois esse tipo de comportamento é comum a todos nós.

E também é comum a todos nós temermos aquilo que não conhecemos, ou seja, podemos fazer esse link com o futuro. O futuro nos assusta porque nós esperamos demais dele e colocamos também altas expectativas sobre o que nós devemos ou não ser nos próximos anos de nossas vidas. Muitas vezes nós nos idealizamos sobre ser verdadeiros super-heróis em vencer aquelas dificuldades que sempre foram grandes pedras nos nossos sapatos. Não há nada de mal em você pensar assim e acreditar que vai conseguir um dia vencer tudo aquilo em que você já teve dificuldade. Assim como você não deve se culpar se por acaso duvidar da sua capacidade de conseguir chegar lá, porque também é natural aos seres humanos duvidarem dos próprios potenciais.

Alguns falam isso mais e outros menos, mas não importa, pois essa natureza é intrínseca à nossa essência ainda. O que a gente acaba esquecendo é que o nosso futuro é muito mais breve do que nós achamos. O futuro já está acontecendo, e no próximo segundo em que você estiver lendo isso, você já estará em contato com ele e ele já estará se tornando um passado.

Temos mania de trabalhar em longo prazo e acabamos esquecendo que o presente é onde nós devemos nos atentar para não ter medo, mas sim para abraçar e entender cada vez mais as oportunidades que são colocadas à nossa frente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar