RevisadoSem signo

Não tenha medo das emoções

Eu me lembro daquele drinque como se fosse ontem. Você tinha os olhos em mim. Parecia que nós nem tínhamos brigado. Ou que ao menos… nem tivéssemos nos conhecido. Quando eu me movimentei, era você quem eu esperava. Mas você sempre teve medo de mim. A fantasia que se torna real. O controle fora das mãos e por cima das nossas cabeças.
“Eu pensei que você era meu amor até o dia em que eu percebi que nesse jogo da possessão… a única presa nesse tabuleiro era eu. Você dominava o tabuleiro, e eu sabia disso. Eu gostava disso.”
Então, vamos começar pelo começo… Aquele que poderia ser o nosso fim.
Eu te vi naquele palco, eu pisei nele… Caminhamos sobre ele. Eu sabia que estávamos escrevendo uma história que não teria como recomeçar, pois você sempre me avisou. Nunca vai ter fim. Estávamos certos que tudo daria certo. E quando eu tentei correr… Você sempre disse que nunca me deixaria sair desse jogo. Eu vi nos seus olhos naquele dia. Enquanto você me comia com eles e com sua fúria pela possessividade, eu ainda assim sorri. Estive com segurança, com certeza.
Existe uma linha que nos liga. Ela está presa nos nossos dedos indicadores.
Será que não sente isso? O meu amor por você é diferente. Escrevemos naquele dia que não precisamos estar juntos para sermos o melhor para nós mesmos.
Ainda não é um fim. Você determinou isso. Mas eu sei também optar por te fazer correr até mim. Como um caçador. Venha me perseguir. Afinal, eu gosto disso. Eu gosto disso.
Eu sei que posso parecer muito frágil aos seus olhos, mas dentro de mim existe uma grande onda que volta e meia se forma. Você pode ficar com dúvidas se não estou dizendo isso para lhe falar que eu também consigo te dominar, mas eu não quero medir forças. Quero lhe mostrar que posso entrar nisso e sair na hora que bem entender.
Eu sei que é difícil você conceber isso, porque tantas vezes eu falei que te amava e que queria que você estivesse perto de mim o bastante para dar continuidade ao que nós estamos fazendo, mas depois eu penso que estou mais forte e com segurança a cada hora. Você não consegue ver porque acha que me tem na mão, e isso acaba sendo a sua maior perdição. Eu também vivo da maneira como eu acho que tenho que viver. Eu lhe peço desculpas se for meio difícil entender, mas… eu estou sempre buscando melhorar uma pessoa que eu posso vir a ser.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar