RevisadoSem signo

Não sofra com o senso de urgência

É ridículo como nos tornamos escravos de certas exigências. É ridículo como nos cobramos tanto sobre certas coisas que não têm nada a ver. Não deveríamos. Não tínhamos que carregar esse peso e achar que isso é normal. Não é normal nem nunca vai ser. As guruzinhas e guruzinhos estão acostumadas a querer as coisas rápido demais e se esquecem de se perguntar se a outra pessoa está bem com isso. Enfim, estamos aqui. Replicando esse mesmo processo, replicando algo que não deveria passar nem para a próxima fase, mas existe um sistema tão medíocre e pronto para nos ensinar de que isso é correto que acabamos acreditando. Então… Isso nunca acaba.

Eu posso chegar aqui e dizer para você não sofrer; na verdade é exatamente isso que estou fazendo por você neste momento, mas eu sei que não adianta de primeira hora. Não adianta você falar um monte de palavras bonitas se você simplesmente não abrir o coração. O Guru Astral diz às vezes que é preciso fazer alguns sacrifícios para você poder sobreviver dignamente mais lá na frente, mas… será? Será que a gente vai ter uma forma de fugir dessa coisa toda mais lá na frente ou estamos sendo enganados mais uma vez? Enfim. Acho que não importa isso agora. Não importa mais ficar apontando dedos, importa é como você se sente consigo e como entende que isso não tem nada a ver como você é. Tem a ver com gente que apenas quer escravizar os outros. Simples e não tão simples assim.

Prazos vão ser atendidos. Tenho certeza que você vai dar o seu melhor pra isso. Tenho certeza que você vai fazer o que puder fazer, mas se não conseguir, se isso implicar em você perder um semestre de matéria na faculdade, o emprego… nada vale mais do que perder a saúde. Você não precisa mais se massacrar e vai fazer o que puder, tudo dentro da sua capacidade. Tudo dentro da possibilidade de você ser feliz no meio disso.

E sim. Isso não significa que as coisas vão mudar. Não significa que as pessoas vão te olhar como salvador da pátria. Quer dizer que elas vão ainda mais tentar te diminuir, mas ainda assim… a sua consciência está em primeiro lugar. Ainda assim você precisa ter certeza de que tudo isso só vai servir para o seu aperfeiçoamento e até de exemplo de como você conseguiu driblar o senso de urgência que não é e nunca foi seu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar