RevisadoSigno de Áries

Não se transforme numa garota triste, ariana

Se o mundo tem lhe dado limões o suficiente, talvez você devesse escutar mais Lemonade da Beyoncé para saber o que fazer com eles. Você sempre foi rainha em vencer as adversidades. Na verdade, quando algum amigo também se machucava, você sabia o que deveria falar para que ele ficasse de boa e então superasse. Afinal, você também sabia o que fazer, e a sua vontade de vencer sempre esteve estampada no seu rosto, assim como no seu coração. O problema começa a acontecer quando você começa a se desmerecer e achar que continuar acreditando nisso é viver em um conto de fadas, além de se tornar triste. E isso é triste, não é, ariana?

Não é assim, ariana. Todo mundo precisa de um pouco de fantasia de vez em quando para não terminar acabada. Olhe para as pessoas que cercam você, olhe um pouco para o mundo e veja como terminam as pessoas que não conseguem mais sobreviver às tristezas da vida. O Guru Astral está dizendo para você passar ilesa por isso e para você abrir mão das dores que você vai sofrer? Talvez. “Talvez, Guru Astral?” Sim. Talvez. Uma vez um amigo me disse que a gente só sofre porque se deixa sofrer.

Essa é a hora que os arianos piram e simplesmente começam a falar: “Eu não sofro porque eu quero. O mundo que é injusto e não consegue lidar com os sentimentos humanos.” Primeiro de tudo, Áries. O mundo não tem nada a ver com isso, mas as pessoas, sim. “Ah, Guru Astral, mas você entendeu o que eu quis dizer.” Eu entendi, mas tá hora de o pessoal deixar de ficar culpando o mundo, o planeta, no caso, por uma energia que não está emitindo.

A força das palavras é muito grande, então use-as com sabedoria. A segunda coisa que quero falar para você é que, se nós sofremos, é porque não estamos fortes o suficiente. Isso é uma coisa que você precisa mesmo aprender. Se você estiver forte o suficiente e alguém vem, por exemplo, ofender você com uma coisa que você sabe que não é ou não tem, isso não vai te atingir, porque simplesmente não é você. Não tem NADA a ver com você.

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar