RevisadoSem signo

Seja mais tolerante e menos grossa

Às vezes a questão não é você ser grossa ou então você responder à altura de determinada pessoa que te tratou com agressividade e arrogância. Às vezes o melhor que você pode fazer é ser tolerante com o que a pessoa está fazendo com você e responder na maior calma possível. É muito difícil você encontrar uma discussão onde apenas uma pessoa esteja fazendo questão de gritar porque a outra está em uma calma absoluta. A tendência é que uma delas venha a se igualar para ficar à altura daquela pessoa e não ficar debatendo sozinha.

É lógico que às vezes precisa muito sangue frio para você conseguir se manter no mesmo sonho, na mesma calma, porque o nosso ego também se debate e fica querendo competir para mostrar que é mais forte. Mas eu costumo dizer para as pessoas que, quando você tem a verdade ao seu lado, você não precisa ficar gritando para mostrar que isso está acontecendo, que você está do lado certo. Eu sei que não é o correto, mas às vezes aquela pessoa tá te utilizando com uma forma destravar todas as insatisfações que estão acontecendo na vida dela.

Eu acho que em algum momento das nossas vidas nós fizemos isso com alguém e, quando passamos a olhar para essa pessoa com compaixão e carinho sobre a aflição que deve estar dentro da alma dela, e ela não conseguiu usar de uma forma produtiva em outro setor, isso faz toda a diferença para você começar a manter a sua calma nessa situação.

Às vezes, esse carinho que você acaba direcionando para uma outra pessoa que você nem conhece vai lhe retornar em dobro em uma outra situação que você esteja precisando disso. Então o caminho mesmo que vai lhe trazer uma sensação de que você fez o seu dever e de que não precisa mais existir certo e errado é realmente de manter a tolerância e prestar atenção que todos nós temos os nossos momentos onde estamos mais vulneráveis. Pode ser até um pouco difícil a gente entender que precisamos passar por cima dos julgamentos de que a pessoa está sendo grossa ou qualquer outra coisa para poder compreender que por trás daquela figura existe alguém machucado.

Quando houver calma e a situação estiver bem mais tranquila do que estava antes, você pode abrir e falar como você se sentiu e até sobre a agressão que sofreu para poder mostrar para a pessoa onde ela precisa mudar. Mas isso tudo com calma e carinho, que vão fazer bastante o papel de trazer a razão para essa pessoa e fazer com que ela se entenda de uma forma que não estava conseguindo antes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar