RevisadoSem signo

Não deixe suas emoções controlarem você

É muito complicado a gente falar sobre essa questão de as emoções não controlarem a gente, mas é um assunto que a gente não deve deixar de falar. A gente vive em um mundo onde as coisas acontecem rapidamente e exigem uma resposta tão rápida da nossa parte que estar pelo menos um pouco com conscientização sobre o que essas ações podem causar pode ajudar muito no futuro e até no presente próximo. Infelizmente, a gente ainda acaba vendo no mundo atual as emoções como as grandes vilões sobre um comportamento que deveria ser mais racional e frio. A gente aprende desde cedo a não ter que lidar tão profundamente com as nossas emoções, ou então o mundo nos massacrará. E quanto mais as guruzinhas e guruzinhos acabam reprimindo esses sentimentos e emoções, não é sinônimo de que você tenha sucesso em determinado setor da sua vida.

Geralmente a gente fica olhando tanto sobre a questão emocional por parte dos relacionamentos que a gente nutre que esquece que as emoções fazem parte de tudo o que a gente vive nesta vida. Mas essas coisas podem acometer a qualquer momento, inclusive você sentir alguma coisa enquanto lê este texto. A questão de você se identificar e ter sua memória afetiva de lembrar que algo te marcou na vida faz parte também do seu quesito emocional; não tem como você fugir disso ou fingir que não existe. Ainda há um contrassenso de que controlar as suas emoções completamente e não deixar que elas se sobressaiam é a melhor forma de você não se submeter à realidade ou à fragilidade. E o Guru Astral diz que não há nada de mal de você ser frágil ou estar vulnerável a alguma determinada situação.

O título deste texto fala para você não deixar que suas emoções te controlem, pois é uma forma de alertar sobre não deixar também que o lado emocional acabe virando irracionalidade. Sentimentos muito profundos, quando não são trabalhados e quando colocados por fora de forma extrema, podem causar certo estrago, sim. Mas isso não quer dizer que você deve matar o seu lado emocional e fingir que você é um robô. A vida não se trata do quanto você costuma resistir a ela, mas sim o quanto você consegue equilibrar vários cenários ao mesmo tempo. Pense nisso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar