NarrativasReligiosoRevisadoSigno de Escorpião

Escorpião faz a gente pirar nas histórias

É. Nunca foi fácil ser de Escorpião, desde que ainda estava sob a forma de amor. Como primeiro de tudo, era óbvio que queria ter os seus privilégios. Acompanhou tudo tão de perto, foi praticamente um ouvinte de todo mundo em relação a quase todos os passos do Universo e da humanidade. Passei a entender a sua importância pouco tempo depois, pois mesmo o vendo com a sua tamanha rebeldia e melancolia, concebi que o seu papel era primordial para o despertar.

Escorpião é quase ser mitológico. Apresentou seus primeiros pensamentos destrutivos no momento da Árvore de Vida, ao qual eu tanto duvidei que realmente existisse nos meus anos anteriores. Pensando só na essência de escorpião, dá pra remontar a história de início da humanidade.

Quando cegados pela tentação, Adão e Eva, por se comprometerem mais com seus instintos do que com A Palavra, foi nesse momento que vi que era necessária a extinção desses que pecariam com tamanha fragilidade e sem o qualquer tipo de remorso por ferirem o próprio Pai. Fui de contra a mantê-los vivos, mas as palavras estavam dentro do meu peito e não as coloquei para Ele, afinal, eu já poderia esperar a resposta. Estava ali na minha frente. Eu detinha sabedoria o suficiente para poder entender que a minha maior prece não seria ouvida.

Eu me lembro de uma conversa que tive com Ele. Do alto de sua consciência. Anterior à queda. Minhas justificativas quanto à traição foram de nunca ter ido contra a Ele, mas sim contra a sua Criação, e a resposta que recebi me calou, mas me causou tormento e revolta: “Você está indo de contra à forma e à imagem do Pai.” Lembro-me disso com choque, pois nunca me interpretei como alguém banido, mas como alguém que cai para sentir na pele o que vocês humanos são capazes de sentir, como são capazes de virar as costas para quem lhes criou como o tamanho desprendimento que… nem me ousa falar. E agora sim… pago pela minha língua com um veneno praticamente mortal na forma de uma menina.

Eu a protejo, pois ela insiste em me entender. Se ela sou eu, eu aceito e faço o melhor que posso; fiz o melhor que pude para protegê-la. Eu a renego, mesmo quando ela não o faz por mim.

E quanto a você, humano, eu sei exatamente o que você sente por ela. A sua espada ousou me deter, mas ela está prestes a tirá-la daqui para que eu termine de fazer o meu serviço.

Eu e ela somos um, como você jamais teve a coragem de ser e cumprir a sua função quando estavam encarnados. Eu farei isso por ela.

E isso tudo só porque Escorpião faz a gente pirar nas histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar