RevisadoSem signo

Ei, ainda não é o fim

Eu sei que parece que acabou. Tá com toda aquela cara de fim mesmo e tal, mas o Guru Astral diz que não acabou. As coisas vão tomar uma reviravolta e, bem… Quando acabarem de acontecer, vocês vão até achar estranho, mas se acostumarão, guruzinhas e guruzinhos.

Tudo tem uma hora para começar e para acabar. Às vezes a gente tenta adiantar isso, tem horas que a gente tenta adiar também, mas conforme tiver que acontecer, está escrito. Não dá para mudar o que está escrito. Eu sei que isso vai também muito do que a gente acredita, mas olha… Não tem como negar que por mais céticos que possamos ser, uma hora não conseguimos encontrar mais explicações para coisas que estão fora do alcance daquilo que conhecemos como “lógica”. A gente apenas se rende e fala: tinha que acontecer. É. Realmente tinha que acontecer e tem que acontecer. Você pode tentar fugir, cair fora, mas algo sempre vai te fazer retornar. Pode demorar, mas acontece, ok?

O Guru Astral entende todas a suas dores, sua vontade de desistir e cair fora, mas o que você ainda não consegue entender é que uma grande mudança já ocorreu e tudo à sua volta mudou. Todas as vezes que você se estressou e achou que não ia dar resultado, bem… Deu, sim. A gente se acostumou tanto às coisas dando errado que nos esquecemos de agradecer por tudo de bom que aconteceu. Não é o fim, e talvez eu tenha ainda que lhe repetir isso algumas vezes, mas não tem problema. Eu quero você tentando evitar o risco, porque sabe que não chegou ao fim se lembrando das tantas vezes que se sentiu tão idiota por achar que poderia ter algum poder de decisão sobre isso.

Não é o fim, e se quiser que eu repita, você já sabe. Ainda existem coisas que você precisa aprender, que você precisa levar com você antes que chegue definitivamente o fim. O fim pode estar próximo, mas sei lá. Paga para ver, né? Acho que não custa depois de tudo o que você já passou. Vai até o fim, mas não o adiante ou então não escolha atrasar isso. Todo mundo tem hora para partir de nossa vida, e, seja lá quem for ou então seja lá o que for… Ainda não chegou. Para de bater cabeça, porque se bobear… nem sequer começou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar