RevisadoSem signo

Derrote a tristeza

Saudações e reverências do seu Guru Astral!

Você tem autorização para tirar seu período de “luto”. Todo mundo passa por isso, e é seu direito. Esses momentos em que tudo parece ter caído à sua volta e que nenhum esforço seu foi o suficiente para manter suas verdades e crenças em pé… Poxa… É duro, e será triste até quando tiver que ser, mas quer saber? A gente sabe que isso não vai durar para sempre. Eu vejo em você alguma coisa que me lembra que você já está se recuperando e levantando antes mesmo de a tristeza chegar. Você vai querer se agarrar ao chão, mas sabe que esse não é o seu lugar. Derrote qualquer sentimento ruim. Você nasceu para vencer, você nasceu para ganhar e, sim… É exatamente isso o que vai lhe acontecer, mas antes deixe a vida lhe mostrar as poucas e boas que nenhum de nós estamos sujeitos a viver sem.

Sabe essas suas lágrimas aí? Silenciosas, mas doídas, até com um pouco de raiva por ter falhado? São lindas. Por favor, não fique com mais raiva do Guru Astral por dizer isso, mas elas são. Não é que eu queira te ver triste. Eu nunca disse isso, mas nessas suas lágrimas há tanta batalha, suor e uma pessoa que acreditou que poderia tornar todos os seus sonhos realidade. Uma pessoa que acreditou em outras guruzinhas e guruzinhos e se ligou diretamente ao seu coração, que é a parte mais bonita de um ser humano. A grandiosidade disso é tão linda que agora, nesse seu estágio, você não vai conseguir notar, mas uma hora vai, sim. Você tem uma alma, e eu tenho certeza de que você vai superar tudo com tanta classe que muitos vão se surpreender e sequer lembrar que você caiu.

Você é a perfeição, mas ainda não se deu conta disso. Você tem tudo em suas mãos e você faz acontecer! Porém, a única coisa que pode jogar contra você é o que você não pode controlar. Isso é motivo para desanimar? Não! Longe disso. Fique longe do desânimo, pois ele é contagioso. Isso é só uma forma de levar as coisas menos a sério e não esperar tanto da vida. Ela adora aprontar essas coisas com as pessoas que se agarram na rotina. É como se para provar pelas “porradas” que você tivesse que mudar, mesmo não gostando. Ou você muda ou a vida te muda, e não há nada que você pode fazer. Isso inevitavelmente vai acontecer. Talvez a vida seja “ariana”, vai saber, mas isso não importa. O que importa é você.

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar