RevisadoSem signo

Deixe ir

Na vida a gente sempre vai passar por momentos muito difíceis ou, no mínimo, momentos difíceis. São esses momentos que provam para a gente e para os outros a nossa capacidade de passar por cima deles com muita classe ou então com um certo desespero. Acho que não me cabe, como Guru Astral, falar quem está certo ou não. Cada um vai reagir com aquilo que tem para dar. E é lógico que nós vamos crescer e tropeçar cada vez mais a cada passo que for dado para que a gente consiga entender os motivos de certas coisas acontecerem com a gente.

Acredito que um dos momentos mais difíceis é quando a gente precisa perder coisas ou pessoas no meio do caminho. Ninguém nunca ensinou para a gente o que é perder e como perder. Nos acostumamos a ser vencedores e depois, se a gente acabar ganhando ou não, seremos tachados pela sociedade e por nós mesmos. Mas, sinceramente, eu acho que isso não interessa. O que os outros vão dizer sempre será o que os outros vão dizer. Nós temos que ouvir críticas, mas aquelas que são construtivas e que nos levam a algum lugar. Temos também que ter um bom filtro para poder reconhecer o que é bom e o que é nocivo. E mais uma vez ninguém na nossa vida nos ensina a ter esse filtro ou como construí-lo. Seja como for, o que você vai precisar fazer a partir de agora é sentir cada vez mais o que se passa dentro de você. Esse vai ser o seu principal guia e vai lhe dar todas as respostas do que você deve deixar para trás e aquilo que você deve lutar para ficar.

Até porque, sim, eu preciso te ajudar a desconstruir essa ideia de que o que não quiser ficar deve ir. A gente também precisa olhar pelo outro lado e entender por que a outra pessoa ou a outra situação não quer ficar. De repente, existe algum mal-entendido que pode estar nas nossas mãos resolver. Não podemos ser tão egoístas a esse ponto de só olhar pelo que é melhor pela gente, mas também lembrar o que é melhor para o coletivo. Se algo te faz mal e não te completa da forma como você realmente merece, eu acredito que você deve deixar ir. Mas se por outro lado houver mais pontos positivos do que negativos e aquilo for essencial para o seu aprendizado, vale a pena lutar.

Tem essas duas ideias na sua mente, pois pode ser que em algum momento você também esteja do outro lado e seja você que esteja indo embora. E aí? Você gostaria que alguém lutasse por você ou te deixasse ir?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar