RevisadoSem signo

Carta dela para o ex

Eu não sei se você já me esqueceu ou se eu ainda continuo sendo otária por me lembrar dos bons momentos que nós passamos juntos. Pode ser que seja exatamente isso o que as pessoas que terminaram o relacionamento passam a maior parte do tempo fazendo. Provavelmente você já deve estar em outra e fazendo todas aquelas promessas que um dia você também me fez. Talvez ela esteja te olhando com o mesmo brilho nos olhos que uma vez eu já te olhei. Pensando bem, acho que não foi só uma vez, mas foram tantas que eu acabei perdendo as contas.

Talvez eu apenas esteja sendo frágil e você não tenha mais paciência para lidar com isso. Pode ser. Talvez seja isso. O importante é que eu não gostaria de me colocar no papel de vítima e nem você no de vilão. Não seria justo com a gente. Não seria justo com o que nós já fomos algum dia. Eu acho que também não seria justo com as pessoas que vamos nos tornar daqui a algum tempo. Mas seja lá o que acontecer, eu apenas quero abrir meu coração para você. Quero uma última vez tentar fazer com que alguma coisa finalmente chegue ao fim e tenha o fim que merece ter. Que não exista mais dúvidas e que as mágoas possam ser guardadas, se não dissipadas.

Eu quero dizer a você o quanto eu aprendi a ser alguém melhor e talvez uma pessoa que eu nunca achei que fosse possível me transformar. Daquelas vezes em que eu acreditei que sabia demais, você foi lá e me provou que existe muito mais a ser visto do que aquilo que eu já enxergara. Você também teve os seus erros, e por um lado busquei lhe mostrar o melhor caminho para que você não voltasse a cometê-los. Por algumas vezes você até que aceitou bem, e eu lhe agradeço por você ter me dado essa oportunidade. Espero que se você estiver com alguém neste momento, essa pessoa possa desfrutar desse novo você, que eu também ajudei a mudar e moldar.

Entenda que não estou lhe pedindo aplausos ou que você se ajoelhe no chão na minha frente. Apenas estou percebendo o quanto fomos capazes. Apenas estou lhe mostrando algo que talvez você não tenha reparado. Talvez eu gostaria que pudéssemos esquecer cada um em nossas vidas e nos encontrássemos, nos conhecêssemos agora… Sabe, como as pessoas que hoje somos. Mas eu tenho certeza que isso é pedir demais para duas pessoas que fizeram bem, mas fizeram de menos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar