RevisadoSem signo

Carta da ex-namorada

Você me fez feliz algumas vezes, e agora envio esta carta. Sim. Foi bom. Por alguns momentos eu pensei que fosse para sempre, até perceber que em algumas vezes eu comecei a ficar só, a minha voz teve de ser tolhida por algumas coisas que você insistia em não perceber. Quando eu te olhava, eu via o vazio e via que você não tinha mais o encantamento que você costumava ter. O meu continuava intacto. O meu… estava ainda muito claro. Pois eu amava você… Eu amava você.

Mas eu acho que no fundo você só amava a conquista, e eu via quando você ainda olhava com desejo para outras meninas. Não dá para a gente culpar as guruzinhas e guruzinhos por elas confundirem amor com paixão. Eu só fiz o que mandava o coração. Eu tentei resgatar você, mas acho que isso nunca saiu da sua vontade. Eu só quis salvar a nossa relação. Eu queria lhe pedir perdão por coisas que eu nem tinha feito, mas só para ver se isso poderia te fazer vibrar, acordar para mim e para nós.

Não. Você já tinha ido e só fingia que ficou por mera convenção. Agradeço, mas eu não quero essa ilusão, afinal, eu já tive de viver com ela quando te deixei escapar da minha mão. A culpa não foi minha, eu tenho certeza de que tem algo muito melhor à minha frente, já consigo ver minha vida sem você, mas de vez em quando eu ainda sinto doendo a cada momento que eu estava tentando, o corpo no chão, e seus olhos tão ocupados olhando o celular e esperando outra ligação.

Não posso mentir que de vez em quando sinto raiva, gostaria muito de dar a volta por cima que eu tanto esperava para lhe provar o quanto posso pisar em sentimentos que tenho certeza que posso fazer renascer, mas isso seria acreditar que no fim eu te teria de volta. E eu decidi que a mulher amorosa que te acompanhava sempre estará morta. Olhe para mim.

Eu não sou uma aposta, uma carta do seu baralho. Eu entrei nesse jogo para te fazer amadurecer, mas você nunca teve gratidão, e agora sou eu que tenho que sofrer? Não. A vida dá voltas demais, e você vai ter de volta o que fez por merecer. E nesse dia, que não está longe, vou sorrir para você, pois terei me livrado de qualquer peso que antes ainda me fazia descrer, que me fazia ficar sem saber o que fazer. Poderia lhe desejar felicidades, mas não estou pronta para isso. Então não vou ser hipócrita. Eu desejo que você tenha exatamente o tanto que fez em mim doer.

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar