RevisadoSem signo

Tem coisas que você não tem que aturar

Tem muita coisa que você tá aturando e que não tem mais motivo de você fazer isso. Você vem engolindo muitos problemas, e isso vem lhe fazendo cada vez mais mal, inclusive para sua saúde. Eu até entendo que de vez em quando a gente precisa realmente baixar o nosso ego e não ficar tentando disputar com outra pessoa para ver quem tem mais razão.

Só que existe uma coisa chamada amor-próprio que precisa ser muito lembrada para a gente não deixar que a outra pessoa venha fazer algum tipo de mal ou tentar desmerecer aquilo que nós somos. Não se preocupe se no meio desse processo você acabar perdendo amigos e pessoas que diziam gostar de você. Porque quem realmente gosta de você vai entender que você precisa de respeito pela forma como você se coloca e também pelo que você pensa e sente. As guruzinhas e guruzinhos que não querem entender isso vão tentar fazer de tudo para tentar lhe mostrar que você errou e que precisa obedecer apenas a elas. Tente se lembrar disso, porque você já passou muito tempo agindo de forma diferente, e essa nova realidade ainda pode ser uma novidade para você que ainda precisa se acostumar. Confia no conselho do Guru Astral, tá?

Você já passou tempo demais na sua vida fazendo coisas que não fazem o menor sentido. E eu lhe pergunto por que você fez isso tudo se você acabou agradando até as outras pessoas mas não conseguiu agradar a principal pessoa dentro da sua vida: você. Quantos problemas você já teve que engolir e foi para casa chorando porque não sentiu compreensão e respeito? Eu posso lhe dizer que poucas vezes isso realmente valeu a pena.

Eu só não falo que não valeu a pena de modo geral porque eu sei que às vezes não vale a pena a gente discutir e se magoar por nada. Mas a gente precisa considerar que a nossa voz também precisa ser ouvida e demonstrar para as pessoas que você não é uma pessoa qualquer. Você não veio nesse mundo para ficar se submetendo a outras pessoas que são tão errantes quanto você. Você tem, sim, que ajudar e trazer uma luz sobre coisas que elas podem estar fazendo de errado, mas isso não significa que você tem que excluir a sua existência em relação a elas. Pense nisso, porque isso pode te ajudar muito a entender papéis que você tem a desempenhar na vida dessas pessoas que estão cegas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar