RevisadoSigno de Sagitário

Às vezes você precisa sair de cena

Eu sei que você é estrela do próprio show. Sei que você gosta mais de ficar à frente do palco, mas às vezes você precisa compreender que outras guruzinhas e guruzinhos também são artistas das histórias delas, elas também precisam ter o momento delas como protagonistas, reconhecidas pelas suas capacidades, pelas suas habilidades. Você também tem as suas! Mas é claro que você tem, Sagitário! Mas para um pouco. Tenha um tanto de paciência. A roda girou e o outro lado precisa aparecer para ter o seu valor reconhecido, tanto para entender que isso existe quanto para aprender a se valorizar. Você já faz isso com vigor, com amor, Sagitário, mas nem sempre todo mundo vai ser assim.

Sabe aqueles dias em que você sente que precisa ficar só, meditando e se enchendo de ressalvas para poder falar com o mundo externo? É basicamente isso, Sagitário. Todo mundo chega numa fase da vida que é assim. Com você não seria diferente. Agora cabe a você ouvir, porque quanto mais você relutar, mais a vida vai encontrar formas que podem não ser tão boas para lhe mostrar que tá na hora de você atuar no silêncio.

Sagitário, o silêncio é praticamente o senhor de todos nós. A partir dele, chegamos a descobertas surpreendentes que não faríamos se estivéssemos nos ocupando com baderna, barulho e festa. Parece chato, eu sei, mas isso, quando você reconhece, esse momento é muito sábio. Você se lembra das pessoas que meditavam mais do que falavam? Lembra-se de como elas eram consideradas pela humanidade? Pois é. Não duvide da sua capacidade de chegar lá, pois se esse momento chega para todos é lógico que todos nós temos uma grande sabedoria na nossa alma, Sagitário, e que cabe dar espaço para ela aparecer e nos fazer aprender o que a gente tem tanto empurrado.

Silencie sua mente. Deixe que as pessoas digam, critiquem, pois também vai chegar a hora delas. Você vai aprender muito com isso, vai aprender a ter mais paciência, persistência, resiliência, compaixão, e vai conseguir enxergar muito mais além do que você sequer imaginou que poderia. Mas é preciso que você dê logo esse passo. Estou segurando a sua mão se for preciso, e tenho certeza de que você vai voltar completamente diferente dessa experiência. A gente caracteriza a fé como tantas coisas, mas esquece que a principal é que ela na verdade é acreditar mais em si do que no externo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar