RevisadoSem signo

É possível recomeçar mesmo aquilo que você acha que não dá

É certo, você caiu. Eu sei. Você caiu feio. Você vai gritar. Vai dizer que não quer mais e que dói mais cair do que sentir o que tá latejando dentro do seu peito. Só que a vida não te espera. A vida te quer com esperteza para que na próxima queda você possa recomeçar e ter precaução. Vamos parar de achar que amar de novo ou tentar de novo é mais uma tentativa suicida.

Você não é mais uma criança. Tire seus dias para chorar, deixa as guruzinhas e guruzinhos pensarem que você se abateu, só que quando menos esperarem, você vai voltar de novo, recomeçar de novo… Viva.

Sabe quantas vezes o Guru Astral já esteve no seu lugar? Sabe quantas vezes eu quis fugir só para não ter que encarar quem me fez chorar?

Muitas. E essa é só mais uma, já que tantas outras estão à frente.

Não. Não desanime agora, não foque só no que lhe fará mal. Todo mundo sabe que depois do furacão vem o arco-íris, e é nessas pequenas passagens que nós descobrimos o que de verdade nos faz feliz.

Os pequenos prazeres não são mais do que apenas aqueles doces que a gente sente vontade de comer às vezes e quando, assim você o faz, a vontade some. Não se engane. Doce pode vir em formato de crushes.

Guarde as suas feridas para quem pode curá-las. Deixe que outro alguém te ame.

A vida é tão curta para se dizer “não” tão rápido e tão cedo. Quem quiser estar com você encontra um meio.

 Me abraça, não perde o seu jeito.

 Você vem sempre em primeiro lugar.

Acredita em mim. Eu sei o que eu digo, pois eu já vi todos os seus erros.

Eu vim do seu futuro para lhe dar este conselho:

“Confia. O seu futuro está cheio de acertos.”

Olhe confiante para a frente. Sinta a brisa do vento.

Sabe, eu sei que parece tão difícil, porque estamos tão condicionados a nos apegar ao que não está dando certo. Faz o que você faz de melhor: segue reto. Não importa o quão perto ou longe está, você tem uma vida longa para ser vivida para perder tanto tempo lamentando do quanto ela pode ser sofrida.

Tantas chances a que nos apegamos, mas que no final são apostas perdidas, pois afinal, não era pra ter sido ainda. Então o que lhe resta é essa nova tentativa.

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar