RevisadoSem signo

Quando estamos

Quando estamos, tudo parece distante. Estranho. Não, eu não sei. Eu finjo, mas eu bem que gostaria de estar nos seus planos. Eu preciso dar de ombros. Você parece que segue não se importando. Só que eu não queria mais contar os dias me perguntando.

Você é um enigma que eu sigo investigando. O que eu não digo, o meu silêncio está falando. Sigo afastando o motivo do meu coração palpitando.

Não se estresse com os caras que estão me olhando. Talvez eles só queiram saber o que te faz tão meu ou estão te copiando. Eu sei que erro algumas vezes. Não se acanhe, garoto. Esse é o meu jeito. Vamos.

A gente fica nessa história. Estamos indo e voltando. O que nos falta é coragem. O que falta é a gente parar de frieza e ir se soltando. É. Eu estou contigo nessa. Não quero mais ser a certa. Isso não me faz diferença.

Enquanto formos andando, os limites a gente vai respeitando. Um passo de cada vez, ano após ano. Você nem vê, mas eu estou lhe encostando. Tô sentindo que você com o tempo vai gostando.

A gente vai apostando, tendo confiança, se ganhando. Empurrando pro lado essa besteira, essa encrenca em que a gente tava se afundando.

Sabe o que eu acabei de perceber agora? Já andamos tanto, pensei muito, fui somando. E eu acabei vendo que sentir é pouco pro tanto que já… te amo.

Eu sigo esperando, pois eu tenho medo do que pode representar para nós dois agora se eu falar mais do que você queira ouvir. Eu ando temendo, porque… às vezes eu venho me segurando. Acredito que assim é melhor para evitar surgir algum tipo de dano. Você entende, né?

Há muito que eu quero estar bem aqui do seu lado. Há muito que as coisas dentro de mim vêm mudando. Você não está reparando, porque é o seu silêncio que você vem escutando. Mas eu estou aqui, meu amor. Não estou te abandonando.

Meus pensamentos refletem você o tempo inteiro. É uma dádiva quando estamos.

Você me entende como ninguém, mesmo que à sua maneira. Não estou aqui recriminando. Mas eu lhe peço que você siga acreditando, que você entenda que às vezes é necessário esses pequenos sacrifícios para outras coisas melhores surgirem. O que eu mais quero é ver os seus olhos brilhando quando eu lhe falar do quanto te amo por todo esse ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar