RevisadoSem signo

Aceite-os do jeito que são. Senão…

Não. Eu não sou fácil, e não sou também de ficar por ficar. Eu sou muito mais do que livre. E para a galera que é a maioria, é bem difícil entender o que isso de fato significa. Eu não vou encher seu saco. Muito menos me importar de me cortar com todos esses seus cacos, desde que você me prometa que estará aqui.

Eu até que bem percebi que a vida pode ser uma dessas caixinhas de surpresa, mas que pode se viciar em ciclos se por acaso você não souber direito como agir. As minhas maçãs do rosto são vermelhas, pois eu tanto canso de rir com elas. Eu pinto meus olhos de azul. Eu sou exótica, e não vou mesmo me mostrar para qualquer um. Eu também gosto de batom vermelho. Ah, tem aquilo de poetizar o que eu sinto bem aqui dentro. Eu gosto de gente que chega e que eu vou ter por inteiro, pois o que a gente pode viver pode ser bem maneiro, mas exige bastante respeito.

Eu torno a vida uma poesia, e as palavras vão batizar todas as agonias que eu sinto por dia. E se você tiver paciência, pode ler linha por linha todo esse segredo que eu guardo dentro da minha ilha. Me pega pelas entrelinhas. Sinta seu instinto. Você vai querer que depois que tudo acabe, que as coisas voltem a ser como eram antes; não vão ser.

O tempo vai te desgastar, e a ele também. Tudo mudou. Tanto para você quanto para mim, mas sempre há algo que fica. Algo ficou, sim. E sempre serão lembranças, onde você vai poder se apegar, mas ela vai fazer isso melhor do que você, mas nunca vai descobrir, porque ela não vai deixar você saber. Naquele dia em que você sabia que tudo iria mudar, ela deu um pouco de si sem você perceber. Ela estava se entregando aos poucos, pois queria sentir o que ia nesse meio-tempo acontecer. Foi tão pouco tempo, mas ela queria. Ela te queria e sempre quis, mas não soube como lidar com isso da primeira vez.

As coisas são mais suaves quando não conhecemos os outros. As coisas são mais leves e alegres quando parece tudo bem novo. E ela sabe disso, pois já esteve no outro lado. Ela vai seguir, mas vai esperar que você também queira isso e lhe dê um abraço apertado. Ela sabe que não é nada fácil de entender, mas segue com esse passo apressado, como quem espera que todos estejam errados.

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar