RevisadoSem signo

Ela não se encontra nos textos românticos

Eu às vezes paro, olhando para esses textos e vejo quanta gente passa pelos seus dilemas românticos. Quantas pessoas acabam perdendo a cabeça, a coragem, a linha e o coração por não saberem o que fazer quando sentem algo a mais por alguém. E hoje eu entendo porque também já passei por isso. Já tive todo tipo de atitude possível com as pessoas de quem gostei, pois tentei achar uma fórmula certa. Tentei achar a fórmula certa de fisgar um amor e não sofrer, ou pelo menos sofrer menos.

Eu achei por muito tempo que isso existia. Achei que uma hora a gente acertava a mão e qualquer pessoa por quem a gente se interessasse de verdade voltaria a ter um interesse apenas por gestos programados. E, bom, percebi que isso não tem nada a ver. Talvez você esteja tentando me entender sobre onde quero chegar com esse textão. Não me cabe aqui ficar desmerecendo o que as pessoas colocam no papel ou na rede social para tentar explicar o que é a melhor forma de agir no amor. Quando eu leio todos esses textos, eu vejo tentativas de as pessoas tentarem de verdade entender que elas devem fazer para conseguir a tão almejada felicidade ou então um grito de liberdade dos sofrimentos que acabam passando quando o assunto é relacionamento amoroso.

Mas isso não significa que eu me identifique ou então que essas pessoas conseguem colocar no papel tudo aquilo que eu estou sentindo, as minhas dúvidas. Mesmo sendo uma pessoa altamente independente e achando que ninguém deve estar na nossa frente, tem momentos em que a gente precisa parar e colocar o nosso ego no lugar. Tem momentos em que aquela outra pessoa vai estar à nossa frente porque agora a gente precisa deixar tudo aquilo que nós somos para poder estender a mão por uma outra pessoa. Mesmo uma pessoa que já tem aprontado e que já tenha feito por onde para não merecer a nossa ajuda.

Costumo dizer para as outras pessoas também sobre a gente se lembrar de fazer o bem sem olhar a quem. E tem muitas vezes que eu vejo as pessoas se confundindo com essa frase e achando que fazer o bem é apenas fazer o bem por pessoas que nós não conhecemos. Nos esquecemos da parte onde nós fazemos o bem por pessoas que já nos magoaram outras vezes e também por pessoas que já mostraram que a sua confiança nem sempre está em alta. Existem casos e casos, e nós precisamos entender onde nós devemos agir, e não nos deixar tomar tanto pelo que aquele texto romântico está dizendo para a gente fazer.

Bom, pelo menos essa é a minha opinião, e eu acho que você deve pensar muito bem antes de aceitar isso como uma verdade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar