RevisadoSigno de Libra

A resistência que Libra precisa conhecer

A resistência que você precisa conhecer, Libra, vai muito além daquilo que você consegue enxergar. E tudo bem. Às vezes a gente acaba meio perdido nesse mundo. Às vezes a gente acaba problematizando demais coisas que são pequenas. Ao não problematizar, não significa que você deve deixar para lá. Às vezes significa que você tem que ter uma atenção maior com as coisas que acontecem ao seu redor e, se aquilo ficar maior, é hora de você entrar e falar.

Mas, pois bem. Eu venho aqui te chamar. É, te chamar. Te fazer acordar para uma coisa. Não adianta você lutar por algumas causas e se esquecer de outras. Não esquece que você próprio tem uma causa. Você tem que melhorar. Nós todos temos. Temos erros que são grandes e pequenos. Você gosta de apontar, Libra. Dizer que o outro errou que você no seu lugar faria muita coisa diferente. Que seria capaz de acertar. Mas você não estava lá. Você no máximo só conseguiu acompanhar.

Quero lhe dar um exemplo para te ajudar a ilustrar e fazer você se tocar. Meu objetivo não é fazer com que você se sinta menor ou então o cocô do cavalo do bandido. Não é nada disso. Eu quero que você perceba que há mais resistências à sua volta do que com gente que muitas vezes você nem conhece.

Tem gente perto de você, no seu bairro, passando fome. Tem gente que não tem um cobertor para dormir na rua de noite e no frio. Quantas são as vezes que você já passou por um mendigo que estava pedindo uma comida ou uma moeda e simplesmente seguiu? E quanto aos seus pais? Seus pais que sempre te ajudaram a se alimentar, a estar e estruturar um lar? Eles podem não ser os melhores para você, mas deram tudo aquilo que eles tinham condição de dar.

Não adianta a gente falar e julgar. Será que faríamos diferente naquele lugar, Libra? O que você faz para ajudar? Qual é a forma que você encontra para poder contribuir e ser uma pessoa melhor na vida? Você ajuda sua avó a subir uma escada? Ajuda um senhor na rua a atravessar? Você faz essas pequenas ações? Ou será que você se esconde no conforto da sua vida e acha que ser meramente educado em dar um bom-dia para o porteiro já é suficiente para te colocar no hall das pessoas maravilhosas desse mundo? Das pessoas éticas e morais?

Você tem que acordar. Sempre há alguma coisa para melhorar. Não somos ninguém para apontar para qualquer pessoa e falar um “ai”. Podemos usar, sim, um erro de alguém para poder ilustrar e ter como parâmetro pra não repetir, mas não julgar. Não julgue qualquer pessoa que seja.

Ou você vai acabar se tornando mais inconveniente do que a mesma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar