RevisadoSem signo

A fotografia escondida

Mais um dia normal e pacato para você, não é mesmo? Era para ser uma fotografia, mas parece que quando a vida quer dar algum sinal, ela sabe exatamente o que tem que fazer. Você pode ter aberto as suas fotos no celular ou então escolhido abrir uma gaveta para procurar algo que estava guardado. A sua mente te traiu mais uma vez e você encontrou memórias que não mais recebia de estímulo para transbordar velhas emoções. Você pegou nessa foto e pensou em como ela podia ter sido esquecida.

Quis enviar para alguma amiga e dizer como essa vida é mesmo bandida, e realmente é, só que então parou e ficou se lembrando de cada momento, cada sentimento vivido e não dito, mas que poderia ter sido diferente. Mas se tivesse sido, será que teria o mesmo aprendizado que hoje você reúne? Nem você sabe dizer, mas algumas coisas ainda fazem você se arrepender. Sentimento normal para nós, guruzinhas e guruzinhos, mas ainda assim o Guru Astral prefere dizer que o arrependimento serve apenas para você saber o que não deve mais ser feito.

De resto, você não pode mudar mais nada, entende? Isso apenas vai trazer um sofrimento desnecessário. E mesmo que a lembrança na sua mão seja tão boa, ela precisa ficar lá atrás. Eu vou confessar uma coisa: eu nunca fui grande admirador de fotografias. Eu acho legal até uma certa hora, mas depois elas começam a perder o sentido. Vejo as pessoas tirando foto de tudo, e aquele gesto acaba perdendo o sentimento que foi feito para ter. Você não precisa se lembrar de tudo. O essencial está bom, e, bem… Você consegue viver com isso muito bem.

Então, lembre-se sim, mas, por favor, não perca tempo de se prender num passado em forma de fotografia que está lá atrás e para o qual você não pode mais voltar.

Não se maltrate com coisas que tiveram de acontecer, mas não puderam mais permanecer. Você precisa viver novas experiências e até tirar novas fotos. Guarde essa lembrança e, se por acaso ela te fizer se lembrar de coisas ruins, então apague. Pode não ser uma boa aposta, pois quando você supera você nem dá mais importância, mas enfim… Tem vezes que a gente precisa ser radical. Essa é uma delas. É tempo de você seguir. Respire fundo e você está com o tempo certo para partir. Não esconda mais de si memórias, fotografias, que não trazem mais do que… aquilo que você não sabe dizer.

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar